FEBRE AMARELA

Cerca de 951 paraisenses j

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 28-01-2017 00:00 | 462
Foto de

Desde o início de janeiro até agora, o município de São Sebastião do Paraíso já atendeu cerca de 951 paraisenses que procuraram os postos de saúde para a vacinação contra febre amarela. A procura pela vacina aumentou após divulgação dos casos de surto da doença registrada na região leste do Estado. Na quinta-feira (26/1), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou 40 mortes pela doença; entre os 486 casos notificados de Febre Amarela em Minas, houve a confirmação de 84, 19 foram descartados.



De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Paraíso, a vacinação contra febre amarela tem sido realizada em cinco postos de saúde do município: entre eles o USF do São Judas, Vila Formosa, Vila São Pedro, o Posto de Puericultura e no distrito de Guardinha. A imunização é importante, principalmente, em casos de pessoas que estejam com a vacina desatualizada ou que irão viajar.



A secretaria reforça ainda a importância de o cidadão manter o cartão de vacinação em dia; o documento é indispensável para a realização da vacina e, segundo alguns relatos, muitos cidadãos têm chegado aos postos sem esse documento alegando “perda”.



A vacina não está sendo disponibilizada para todos. As pessoas que receberam duas doses da vacina, já estão imunizadas; já idosos que tenham tomado uma dose, e que já tenha vencido, pode tomar a segunda, no entanto o Ministério da Saúde proíbe a vacinação para idosos que tenham mais de 60 anos e não tenham tomado nenhuma dose, isso porque pode acontecer reações e efeitos adversos.



Quem perdeu o cartão de vacina pode procurar o posto de vacinação onde era vacinado na infância e tentar resgatar a segunda via do cartão. Caso não encontre, o cidadão poderá procurar um Posto de Saúde e buscar orientações de como proceder.



 



LOCAIS DE VACINA



A vacinação acontece nos USF do São Judas, Vilas Formosa, Vila São Pedro, Posto de Puericultura e Guardinha, do período das 7:30 às 15h30. Qualquer dúvida, o cidadão também pode entrar em contato com o Posto de Puericultura, no Centro, ou pelo telefone 3539-1080.



 



ESQUEMA DE VACINAÇÃO



Conforme divulgou a SES-MG, o atual esquema vacinal contra febre amarela é composto por uma dose aos nove meses de idade, e um reforço aos 4 anos. Para indivíduos a partir de cinco anos de idade que receberam uma dose da vacina antes de completar cinco anos, é necessário administrar um reforço a ser avaliado pela equipe de saúde.



Para pessoas que nunca foram vacinadas ou não possuem comprovante de vacinação é necessário administrar a primeira dose da vacina e um reforço após 10 anos. Assim, pessoas que já receberam duas doses da vacina ao longo da vida já podem ser consideradas imunizados e não precisam do reforço de 10 em 10 anos.



As pessoas que têm 60 anos ou mais, que nunca foram vacinadas, ou sem o comprovante de vacinação, o médico deverá avaliar a necessidade, levando em conta o risco da doença e o risco de eventos adversos nesta faixa-etária ou decorrente de comorbidades.



 



CONTRAINDICAÇÕES



A vacina de febre amarela é contraindicada nos seguintes casos:



- Crianças com menos de seis meses de idade;



- Indivíduos com histórico de reação anafilática a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina e outros produtos que contêm proteína animal bovina);



- Pacientes com histórico de doenças do timo (miastenia grave, timona, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica), também devem buscar orientação de um profissional de saúde;



- Pacientes com imunossupressão de qualquer natureza: pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave; pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras; pacientes submetidos a transplante de órgãos; pacientes com imunodeficiência primária; pacientes com neoplasias.