CORREIOS

Correios em Prat

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 22-02-2017 00:00 | 630
Foto de

As agências dos Correios em Pratápolis e em São Tomás de Aquino foram roubadas nessa madrugada por homens fortemente armados e com o uso de explosivo.



A primeira ação, segundo informações extra oficiais, aconteceu em Pratápolis, à 00h40, quando oito homens, armados de calibre 12, dispararam contra a agência dos Correios, arrombaram a porta e usaram explosivos para abrir o cofre.



A ação causou avarias no imóvel, estragando teto o interior da agência, porém o prejuízo pode ter sido pequeno, pois o gerente informou que estavam guardadas no cofre apenas notas de dinheiro de baixo valor, portanto a quantia total deve ser pequena.



O grupo fugiu em uma caminhonete L 200, branca, com homens na carroceria, utilizando estrada vicinal. Chegaram a São Tomás de Aquino por volta das 2h da madrugada, segundo o tenente Marcos da Polícia Militar de São Sebastião do Paraíso.



Os policiais militares de São Tomás ouviram tiros enquanto faziam a ronda. Em seguida, o telefone de emergência recebeu várias ligações de moradores, dizendo que ouviram forte estampido vindo do Centro da cidade.



Os PMs foram até o local, mas não perceberam nenhuma movimentação fora do normal. Segundo informações da PM paraisense, a polícia em São Tomás recebeu nova ligação, dizendo que havia uma caminhonete branca, L 200, com dois homens armados, nas proximidades dos Correios.



Foi quando solicitaram o reforço da PM de Paraíso. Ao chegarem ao local, perceberam que houve arrombamento da porta da agência dos Correios, quebrando os vidros, cortaram os fios das câmeras de segurança e tentaram explodir o cofre, mas não obtiveram sucesso e não levaram nada.



Por enquanto ninguém foi encontrado.



 



Em Paraíso



Segundo o tenente Marcos da PM de Paraíso, o modus operandi desse grupo que roubou as agências dos Correios de Pratápolis e de São Tomás de Aquino é totalmente diferente do que assaltou a agência de São Sebastião do Paraíso.



Ele explicou que em Paraíso, a agência foi realmente “tomada de assalto” de seus funcionários, obrigando-os a abrir o cofre e fugindo depois.



As agências das duas cidades da região foram roubadas com o uso de armamento pesado e explosivos, de madrugada, aproveitando o horário.



Isso quer dizer que deve haver mais de um grupo agindo na região, pois a atuação é divergente.