LIMPEZA

Terrenos vagos e avenida, sujos de mato e detritos

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 19-03-2017 00:00 | 370
Foto de

Vários moradores no Nascente do Paraíso abordaram a reportagem do Jornal do Sudoeste para fazer reclamações sobre limpeza pública no referido bairro.



Um dos reclamantes, Alex Tadeu de Paula, pede para que a Secretaria Municipal responsável pela limpeza pública que mande um fiscal notificar proprietários de terrenos vagos no bairro, pois a maioria está sujo de mato e com detritos que podem acumular ou virar depósitos de água de chuva, e como consequência, criadouro do mosquito transmissor da dengue e outras doenças como a terrível febre amarela, diz Alex, com conhecimento de causa.



O reclamante também nos levou até a avenida Vereador Alfredo Campolon-go que dá acesso à igrejinha da Noca e ao Condomínio Cachoeira. A avenida está com o canteiro central cheio de mato e virando depósito de entulhos, restos de construção.



Realmente Alex está coberto de razão. O canteiro central da avenida está sujo, virou matagal e depósito de entulhos, como o leitor poderá constatar pela foto.



Nascente do Paraíso é um bairro com centena de edificações e outras centenas em construção, está se tornando um belo bairro, mas precisa ser bem cuidado pelos órgãos públicos responsáveis pela limpeza pública, segurança e saúde, argumenta Alex Tadeu de Paula que já trabalhou como agente municipal no serviço de epidemiologia e zoonoses, portanto, conhecedor das necessidades prioritárias para o bem estar do ser humano.