POLE POSITION

Abacaxi para a Ferrari descascar

Por: Sérgio Magalhães | Categoria: Esporte | 23-07-2017 11:07 | 869
Lewis Hamilton festejado pelos  fãs em mais uma vitória em casa
Lewis Hamilton festejado pelos fãs em mais uma vitória em casa Foto de Getty Images

A Ferrari tem pressa pra recuperar o prejuízo do desastroso GP da Inglaterra em que viu evaporar 19 dos 20 pontos de vantagem que Sebastian Vettel tinha sobre Lewis Hamilton antes da corrida. O inglês foi soberbo no final de semana passado com pole e vitória esmagadoras, em mais um grand chelem (5º da carreira), que é quando o piloto larga da pole, lidera todas as voltas e vence fazendo também a volta mais rápida da corrida. Hamilton igualou Alberto Ascari e Michael Schumacher, e com mais 3 empata com o mito, Jim Clark, recordista no quesito. É para poucos!
Mas não é nem a “gordurinha” de 20 pontos que foi para o espaço a maior preocupação da Ferrari, e sim, a supremacia que a Mercedes passou a impor sobre ela a partir do GP do Canadá, quando o diretor-técnico da equipe alemã, James Allison, encontrou a receita para resolver os problemas de temperatura e desgaste dos pneus mais macios da Pirelli que afetavam principalmente o carro de Hamilton.
E pesa mais contra a Ferrari o fato de seu departamento técnico não dispor de profissionais experientes o bastante para liderar pela primeira vez o desenvolvimento de um projeto tão complexo, como são os carros deste ano, que na verdade nem é de autoria deles, já que o modelo SF70H, de Vettel e Raikkonen, foi projetado pelo próprio Allison, antes de ser demitido em abril do ano passado pelo impaciente presidente da Ferrari, Sergio Marchionne. A Mercedes imediatamente o contratou para fortalecer o seu já bem estruturado staff técnico. 
Essa era uma grande dúvida da Fórmula 1, no começo do campeonato, se os engenheiros da Ferrari saberiam reagir quando a Mercedes atingisse o ápice de desenvolvimento do modelo W08 Hybrid. Esse momento chegou e agora a escuderia italiana tem um abacaxi para descascar, e tem que ser rápido.
A próxima corrida é o GP da Hungria, pista travada com características semelhantes ao circuito de Mônaco, onde a Ferrari dominou amplamente com direito a dobradinha Vettel-Raikkonen. Será uma prova importante para o desenrolar da segunda metade do campeonato. Se a Ferrari for bem, Vettel pode continuar sonhando com o pentacampeonato. Mas se lá, onde Hamilton já venceu 5 vezes, a Mercedes se impor novamente, o tetra começará a sorrir para o britânico.
Em Silverstone Hamilton fez a pole com impressionantes 0s547 sobre Raikkonen (2º no grid), e 0s756 sobre Vettel (3º). E na corrida Valtteri Bottas que largou de 9º, punido com 5 posições no grid por troca de câmbio, terminou em 2º, e também entrou de vez na briga pelo título, 23 pontos atrás do líder. Enquanto isso, Raikkonen e Vettel tiveram o pneu dianteiro esquerdo de seus carros dechapados nas duas últimas voltas, terminando em 3º e 7º, respectivamente.  




STOCK CAR
A cidade de Curvelo, na região central de Minas, a 170 km de Belo Horizonte, recebe pela segunda vez a Stock Car, neste final de semana. Será a sexta etapa do campeonato, de volta no formato de rodada dupla, depois da solitária Corrida do Milhão, em Curitiba. Daniel Serra lidera o campeonato com 142 pontos contra 126 de Thiago Camilo, 123 de Max Wilson e 120 de Rubens Barrichello, os melhores colocados. E uma das atrações implantadas pela categoria é o “Hero Push”, que os fãs podem votar em 3 pilotos pelo site da Stock Car, e os 3 mais votados ganham uma injeção extra de potência no motor para usar na segunda corrida.
Eu reservei este espaço para homenagear os meus pais, “Benedito Magalhães e dona Dora”, que amanhã, 23, completam Bodas de Ouro. São 50 anos de união, dedicação, exemplo e ensinamentos. Parabéns, papai e mamãe, por esta data especial e que Deus continue lhes abençoando!