HOMENAGEM DOUTOR GLAUCO

Doutor Glauco é homenageado no centenário da Santa Casa

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Entretenimento | 23-09-2017 15:09 | 1975
Foto de Angélica Dizaró

A Santa Casa de São Sebastião do Paraíso realizou na tarde de sexta-feira (22/9), homenagem ao médico e provedor perpétuo da instituição, Glauco Joaquim Rosa de Figueiredo. Aos 88 anos de idade ele dedicou mais de 50 anos de sua vida ao hospital que atualmente é o único da cidade e referência inclusive na região. Neste sábado (23/9), às 20 horas acontece um jantar em homenagem aos 100 anos da Santa Casa no Ouro Verde Tênis Clube.
O evento teve a participação de membros da atual diretoria, funcionários, médicos, enfermeiros, atendentes e convidados.  A reunião foi realizada em um dos corredores de acesso a primeira ala do hospital. O presidente da comissão interventora, Adriano Rosa do Nascimento disse que este é um momento de celebrar, referindo-se ao centenário da instituição. Ele chegou a fazer uma breve citação sobre a realidade do hospital. "Muito do que a Santa Casa é hoje deve-se ao empenho e a dedicação do doutor Glauco que por longos aos esteve à frente desta casa, que hoje continua se modernizando, melhorando e sendo referência na nossa região por seus serviços prestados", observou.
Continuando a sua fala sobre o homenageado, Adriano afirmou que "se a Santa Casa é hoje um hospital do porte em que está atualmente, o fato se deve ao trabalho e dedicação de doutor Glauco". Ele lembrou que como médico, Glauco atuou incansavelmente. "Sabemos de sua dedicação por vezes atuando 24 horas por dia, trabalhando por esta casa e faz jus a denominação que foi dada a ele nesta sala de provedor perpétuo", acrescentou.
Membro da Comissão Interventora, Fernando Alvarenga, também felicitou o homenageado. "Temos aqui uma pessoa que dedicou toda a sua vida, não só como médico, mas como dirigente. Fica aqui a homenagem em nome de todos os funcionários, da irmandade, da diretoria a quem tanto fez por nossa instituição", observou. Funcionários entregaram a doutor Glauco uma placa e o felicitaram cantando parabéns.
Acompanhando o homenageado Regina de Figueiredo Avelar, sua sobrinha, relembrou de sua dedicação dizendo que muitos o conhecem como médico e diretor, mas poucos o conhecem como um exemplar ser humano. "Ele sempre atuou em defesa da vida em todos os sentidos". Também narrou que pouco tempo depois de Glauco ter-se formado ele tinha o sonho de ir para os Estados Unidos fazer especialização, mas abandonou o projeto para vir servir na Santa Casa.
Aos 88 anos de vida, o médico iniciou na Santa Casa no final dos anos 50 tendo trabalhado até 2011. "O hospital vive uma fase de recuperação de sua situação financeira e neste momento queremos abraçar a todos, pois, temos a alegria de celebrar os 100 anos deste hospital e também de monsenhor Hilário Pardini que também colabora aqui conosco e celebra neste mês seu centenário", acrescenta Fernando Alvarenga.
Para o contador Luiz Pes-soni, que também é membro da comissão interventora, "trata-se de uma justa homenagem a um grande homem que tanto dedicou, uma vida toda a causa da Santa Casa. A homenagem ao doutor Glauco deveria ocorrer no evento marcado para esta noite, no Ouro Verde Tênis Clube. Na oportunidade será realizado um jantar solene em comemoração aos 100 anos da Santa Casa. Ainda na tarde de sexta-feira,22, foi celebrada uma missa campal na porta do hospital em ação de graças pela instituição. Na noite de quarta-feira (20/9) a Academia Paraisense de Cultura homenageou Dr. Glauco a Comenda do Mérito Cultural "Dr. Olavo Borges", recentemente instituída.