AGRONEGÓCIOS

Produtora sul mineira receberá bolsa de mestrado internacional em café

Por: Redação | Categoria: Agricultura | 04-08-2018 12:23 | 110
aquel é produtora de cafés em uma propriedade familiar em sua cidade, Três Pontas
aquel é produtora de cafés em uma propriedade familiar em sua cidade, Três Pontas Foto de Reprodução

A engenheira agrônoma e cafeicultora Raquel Miranda, de 28 anos, foi selecionada para receber bolsa integral na edição 2019 do Mestrado Internacional em Economia e Ciência do Café (International Masters in Coffee Economics and Science Ernesto Illy), realizado em Trieste, na Itália, pela Fundação Ernesto Illy e a Università del Caffè (UDC), em parceria com um renomado grupo de líderes em educação.

Aos 28 anos, Raquel é produtora de cafés em uma propriedade familiar em sua cidade, Três Pontas, no Sul de Minas, região onde mais se produz cafés do tipo Arábica no Brasil. Ela é graduada em Agronomia pelo IFSULDEMINAS e realizou mestrado no Instituto Agronômico de Campinas (IAC).

“É uma grande conquista pessoal e profissional. Acredito que educação e informação transformam histórias e, quando retornar ao Brasil, quero que minha experiência acadêmica possa somar à comunidade cafeeira da minha região e, por que não, ao País”, diz Raquel, que embarca para a Itália no início de 2019 para começar o curso, com duração até meados de outubro.

Todos os anos desde a primeira edição do Mestrado, em 2011, a Università del Caffè Brasil – gerida em parceria entre o PENSA e a illycaffè - seleciona um estudante brasileiro para receber bolsa integral. Ao longo do curso, os alunos têm contato com todo o ciclo produtivo do café, do cultivo ao consumo. O intuito é consolidar e desenvolver relações entre as universidades e o mundo dos negócios, transferindo aos alunos o conhecimento tecnológico e cultural da illycaffè.

As inscrições para alunos pagantes vão até 1º de outubro e devem ser feitas diretamente com a Fundação Ernesto Illy. Contato para mais informações: master@illy.com.