EDUCADORA

Paraíso recebe educadora Zita Lago para debate sobre a BNCC

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 04-08-2018 18:27 | 55
Foto de Reprodução

A equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso participou quarta-feira, 1º de agosto de palestra sobre a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). O encontro foi realizado no auditório do Banco Sicoob, no centro, e teve a presença de Zita Lago Rodrigues, PhD em Educação. "Foi um convite que fizemos a ela após termos participado de um evento em Guaxupé, achei importante convidá-la para que os nossos educadores da rede pudessem também participar deste debate", explica a secretaria municipal de Educação, Maria Ermínia Preto de Oliveira Campos.

A educadora falou sobre a BNCC com enfoque sobre a questão do Ensino Médio cujas propostas para este segmento ainda não estão totalmente solidificadas. "Diante dos quadros já existentes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, falta ainda segundo ela uma maior contribuição das universidades", afirma a secretária. Maria Ermínia disse que a especialista enfatizou sobre a necessidade de se estudar o conteúdo e colocar em prática as competências.

A palestra teve a participação de diretores escolares, coordenadores pedagógicos e assessores da secretaria. Para a equipe de coordenadores pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação "foi um momento de aprendizado, pois a implementação da BNCC é um desafio e uma necessidade para todos os envolvidos no processo educacional. A palestra também serviu para dar mais embasamento e entendimento e assim, assessorarmos nossos gestores para que estes também possam fazer um trabalho diferenciado em suas unidades educacionais". Também participaram representantes da Secretaria Municipal de Educação de São Tomás de Aquino.

Para a professora e assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Marília de Souza Neves o encontro dos educadores com uma profissional tão qualificada proporcionou reflexões valiosas. Foram citados como exemplo aspectos relacionados ao cenário histórico e político do país, o contexto sociocultural dos alunos e professores, a emergência de mudança de posturas retrógradas, entre outros. "Foi uma manhã repleta de conhecimentos enriquecedores. A Zita abordou sobre o percurso da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), desde 2015, discorrendo sobre o passo a passo desse processo até a sua implantação", disse.

Marília afirmou que a educadora enalteceu a importância dos professores e toda a equipe pedagógica estudarem continuamente, tornarem-se pesquisadores, questionadores, trabalhadores em defesa do bem-estar dos alunos, cientes de que todo ato nosso é político - não no sentido partidário. "Precisamos 'aprender a aprender', deixar de querer 'ensinar', visto que os alunos da atualidade têm acesso a informações várias, convivem com a tecnologia e não querem uma escola onde fiquem sentados o tempo todo, ouvindo um 'pronunciador'", aponta.

Ainda de acordo com a educadora é preciso que o educando seja realmente o protagonista de sua vida, que a escola lhe oferte condições para desenvolver competências, a fim de que progrida em sua plenitude. Marília Neves acrescenta que, embora, haja divergências em relação à BNCC, "cabe a nós proporcionar um ambiente acolhedor às nossas crianças, aos nossos adolescentes e jovens, a escola precisa ser um ambiente de trocas". Conforme a assessora pedagógica, "a Pós-Doutora Zita Lago apresentou histórias significativas e nos provocou o tempo todo, frisando que aqueles que escolhem a docência como profissão necessitam comunicar-se com eficácia e ser proativos", completa.

Ainda de acordo com Maria Ermínia foi um encontro importante que resulta na melhor capacitação dos educadores diante de um tema muito importante. "Os professores tiveram participação ativa, puderam fazer indagações, colocaram sugestões e avaliaram como é a nossa prática. Estudamos um pouco da história da educação desde os anos 80, 90, 2000 até agora e falamos dos avanços e do que precisamos ainda evoluir", avalia. A secretária resumiu o assunto afirmando que a educação tem mudado e o governo está preocupado com as mudanças para uma melhor aprendizagem aos alunos. "O professor não pode parar de estudar porque a aprendizagem é constante e deve acontecer todos os dias", finaliza.

BNCC
O BNCC é o documento que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a Base irá nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

A Base estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica. Orientada pelos princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, a Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.