SERASA

Número de recuperações judiciais cai 24,8% em julho, revela Serasa Experian

Por: Redação | Categoria: Economia | 08-08-2018 10:04 | 207
Foto de Reprodução

De acordo com Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em julho foram requeridos 97 pedidos de recuperações judiciais, queda de 24,8% em relação a julho de 2017. Já em relação a junho deste ano, os pedidos caíram 2,0%. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial em julho de 2018, com 52 pedidos, seguidas pelas médias (26) e pelas grandes empresas (19).

No acumulado de janeiro a julho de 2018, foram requeridos 850 pedidos de recuperações judiciais, aumento de 4,4% do que o registrado no mesmo período em 2017. De janeiro a julho de 2017, foram 814 ocorrências contra 1098 em 2016.
Nestes sete meses de 2018, as micro e pequenas empresas tiveram 526 pedidos, seguidas pelas médias (196) e pelas grandes empresas (128).

FALÊNCIAS
Na análise mensal, o Indicador verificou queda 19,1% de requerimentos de falências em julho em relação ao mesmo mês de 2017 (127 contra 157). Já na comparação com junho deste ano, houve aumento de 7,6%. Na verificação mensal de julho, as MPEs também ficaram na frente com 66 requerimentos, seguidas pelas médias empresas, com 34, e as grandes com 27.

De janeiro a julho, foram realizados 813 pedidos de falência em todo o país, queda de 17,5% em relação aos 986 requerimentos efetuados no mesmo período em 2017. Na comparação com janeiro a julho de 2016, o número de pedidos de falência caiu 23,2%. Dos 813 requerimentos de falência efetuados nos sete meses de 2018, 438 foram de micro e pequenas empresas, 182 médias e 193 de grandes.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a redução da taxa de juros e a retomada ainda que lenta do crescimento da economia contribuíram para a queda dos pedidos de recuperações judiciais e de falências em relação ao mesmo período do ano passado.