1º Encontro Regional de Folclore na Expar de 19 a 21

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 14-07-2002 00:00 | 641
Foto de


O 1º Encontro Regional de Folclore e 4º Festival de Folia de Reis é a atração do próximo final de semana em São Sebastião do Paraíso, entre 19 a 21 de julho no Parque de Exposição João Bernardes Pinto Sobrinho - Expar. A organização e realização é da Associação Paraisense de Defesa do Folclore Brasileiro, com o apoio da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso e parceria da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e também do Conselho Municipal de Turismo - Comtur.
Grupos culturais de capoeira, caiapó, congadas, folia de reis e moçambique foram convidados para participar do evento, que contará também com shows sertanejos e forró todas as noites. Foram convidados representantes de Alpinópolis, Altinópolis, Bom Jesus da Penha, Campestre, Capetinga, Fortaleza de Minas, Ibiraci, Itamogi, Itaú de Minas, Jacuí, Lagoa da Prata, Nova Resende, Passos, Pratápolis, Santo Antônio da Alegria e São Tomás de Aquino para participarem do evento. Nas duas primeiras noites as apresentações têm início previsto para às 19:30 horas.
O encontro visa fortalecer as atividades folclóricas existentes dentro do município, valorizando as raízes e tendo oportunidade de divulgação para o público em geral. Os eventos ocorrerão o dia todo e a entrada custa R$ 2,00. 
Explicando melhor a programação, o presidente da Associação Paraisense de Defesa do Folclore, Zovan Bícego destacou que na abertura sexta-feira, os ternos de Congo e Moçambique de Paraíso estarão desfilando desde a Igreja Matriz até o recinto da Expar, onde continuam se apresentam ao público no interior do Parque de Exposição. Estão programados shows, sendo o primeiro com a dupla sertaneja Durval & Davi. No sábado, será a vez de cantor paraisense Mateus. Correto & Corrente fazem o encerramento no domingo. No local os organizadores estarão mostrando exposição de fotos, em espaço reservado ao Museu do Folclore Paraisense.
Zovan Bícego acrescentou que "o objetivo do festival é incentivar a cultura e unir os envolvidos na manifestação folclórica da região de Paraíso, visando tornar este evento parte integrante da manifestação popular, a exemplo do que ocorre no final do ano com a tradicional Congada". Segundo ele, a arrecadação será destinada em rateio às atividades A expectativa e de se receber um público em cada noite, em torno de duas mil pessoas. 
Os ternos de Congo convidados e outros grupos folclóricos apresentam-se no sábado. No último dia, será a vez das companhias de Folia de Reis que devem se apresentar desde o período da manhã do domingo até a noite. José Antonio Nogueira