Região deve ter deputado mais votado

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 18-08-2002 00:00 | 487
Foto de

A primeira pesquisa eleitoral em nível regional foi registrada esta semana. O deputado federal Carlos Melles (PFL), candidato à reeleição, deve ter uma expressiva votação na região do Sul e Sudoeste de Minas, e deve ser um dos mais votados do Estado. É o que mostra a pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto de Pesquisa e Opinião - IPO, de Campinas. De acordo com a sondagem, que compreende 70 cidades com um universo de 866.340 eleitores, Melles aparece disparado em primeiro lugar entre os candidatos a deputado federal no Sul do Estado. O candidato Alexandre Maia (PMDB), de Passos, aparece com 44.950 votos; seguido pelo ex-prefeito de Varginha, Antonio Silva (PMDB), com 26.258; e por Eduardo Otoni, também de Varginha, com 22.981. Em quinto lugar na preferência do eleitorado da região para deputado federal está o ex-prefeito de Poços de Caldas, Geraldo Tadeu (PPS), com 17.658 votos, seguido pelo deputado Eliseu Resende (PFL), com 14.587. A vereadora Marli Ferreira, do PT em Passos, aparece com 11.317 votos. Com os dados apresentados pela pesquisa, Melles tem quase quatro vezes mais votos que o segundo colocado, e uma votação quase quinze vezes superior a última colocada.
Para esta pesquisa, que apurou a tendência regional para deputado federal, foram ouvidos 1588 eleitores em 25 cidades da região em estudo, que compreende 70 cidades com universo de 866.340 eleitores. Desse total foi considerada como a quantidade provável de votos apurados para deputado federal o montante de 588.961 votos. As entrevistas foram realizadas entre 19 e 23 de julho e 13 e 14 de agosto. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi contratada pelo Jornal do Sudoeste Empresa Jornalística Ltda, que registrou legalmente a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº 29066/02 e no Tribunal Regional Eleitoral (TER), sob o nº 28625/02.
A equipe técnica do Instituto de Pesquisa de Opinião - IPO, vem fazendo pesquisas de intenção de voto na região do Sul e Sudoeste de Minas desde 1994, onde foram feitas, nesse período, mais de 400 pesquisas em 82 municípios.
O histórico do IPO mostra que as pesquisas tiveram uma margem de erro média de 1%, sempre com intervalo de confiança de 95%. Nas eleições passadas as pesquisas do IPO foram confirmadas pelos resultados das urnas, atestando o grau de responsabilidade e credibilidade do Insituto.
A direção do IPO frisa que a pesquisa apresenta a intenção de voto para deputado federal na região. O levantamento não registra a possível votação dos candidatos em outras regiões do Estado.
O deputado federal Carlos Melles, por exemplo, teve a grande maioria de seus votos na última eleição na região, mas foi votado em mais de 450 cidades. Embora esteja mantendo a característica de deputado distrital do Sul e Sudoeste de Minas, a assessoria de Carlos Melles informou que Melles tem o nome presente em todo o Estado, por força das mais de 700 obras que ele implantou em 560 municípios mineiros, incluindo a região metropolitana de Belo Horizonte, o que pode elevar consideravelmente a votação de Carlos Melles.