Paraisenses não mostram interesse pelo horário eleitoral

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 25-08-2002 00:00 | 514
Foto:

Pesquisa realizada pelo Jornal do Sudoeste na quarta-feira, 21, comprovou que no primeiro dia de veiculação do horário político no rádio e na TV, a maioria dos paraisenses não estavam interessados em assisti-lo. Foram questionadas quarenta e quatro pessoas das mais diferentes faixas etárias e classes sociais. Entre os jovens, foi possível constatar maior interesse e ao mesmo tempo descrédito aos políticos "Teve partes do programa que estiveram bem legais, mas em compensação outras estavam horríveis", afirma uma adolescente de dezesseis anos . 
Já entre homens e mulheres de classe média, foi possível notar total desinformação "É só começar a propaganda, que desligo imediatamente a televisão", comenta uma mulher de aparentemente trinta anos. Salvo raras exceções, os paraisenses estão desmotivados em relação à propaganda política "As chamadas para os candidatos estão muito confusas. No caso do cargo de senador por exemplo, mal dá para ler os nomes, o partido e o número, quem dirá as idéias expostas ", reclama uma comerciária.
Mas, o quadro pode ser revertido. Geralmente, conforme vai se aproximando o dia da eleição, as pessoas tendem a assistir o horário político, conforme explica um eleitor. "Quando a situação estiver mais em evidência, todos irão assistir e escolher, mas enquanto resta tempo, para quê ficar ouvindo um candidato provocar o outro? ", arremata, dizendo estar cansado de todo o ano eleitoral ser repetido os mesmos planos e projetos que quase sempre não são realizados.
Elezângela Aparecida de Oliveira-P.A.J.