Cães e animais silvestres têm tratamento odontológico em Paraíso

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 01-09-2002 00:00 | 662
Foto de

A exemplo das demais ciências, a medicina veterinária tem conhecido avanços no sentido de proporcionar vida mais saudável e, como tal, duradoura, para animais de todos os portes. E é nesse contexto que o médico veterinário Renato Gonçalves, direciona a sua forma de trabalho. Há um ano e meio em São Sebastião do Paraíso, ele utiliza experiência adquirida ao longo dos anos que atuou em São Paulo, dos quais, bom tempo no Jockey Clube. Mais recentemente Renato se especializou em odontologia voltada para cães e animais silvestres.
Renato Gonçalves é o responsável pela Clínica Animed, e especialista em medicina veterinária ortomolecular e no preparo de animais para exposições. O tratamento ortomolecular, em linhas gerais, consiste em administrar a quantidade ideal de nutrientes alimentares ou medicação que o animal precisa. "Trata-se de uma combinação onde se estimula o sistema imunológico com medicamentos, ao mesmo tempo em que se ministra a alimentação mais conveniente", diz. 
Exemplificando, Renato salienta que a dosagem de proteínas para cães adultos e filhotes deve ser diferenciada, bem como também influencia a raça dos mesmos. Estudos demonstram que embora sendo às vezes do mesmo porte, um pastor e um rotwailler, no tocante à alimentação têm necessidades especiais, e o mesmo ocorre nos chamados cães de companhia. 
Quanto à odontologia veterinária, é uma novidade na região, sendo empregada em múltiplos casos, desde aqueles para corrigir danos sofridos pelos animais em casos de acidentes, a chamada "dentística restauradora", como também nos tratamentos de cáries, de canais, gengivites, limpeza de tártaros, fístula infraorbitária, periodontide (retração gengival), extrações dos chamados dentes-de-leite quando a situação assim o exige, dentre outros procedimentos.
Mais do que se pode imaginar, conforme explica Renato Gonçalves, a boa saúde dos animais, inclusive os silvestres, está intimamente relacionada a uma dentição bem cuidada. "Havendo algum distúrbio capaz de provocar dor nos dentes ou gengivas, o animal passa a alimentar-se de forma incorreta ou às vezes nem se alimenta, sendo comum o aumento de suco gástrico, indigestões estomacais a ponto de corroer a mucosa estomacal, provocando úlceras, vômitos, falta de apetite e consequentemente, anemias".
No entanto não fica por aí. "Estando desnutrido e com o sistema imunológico baixo, podem aparecer fungos, sarnas e outras enfermidades oportunistas", salienta o veterinário que cursou odontologia na Universidade Paranaense -Unipar, com o professor José Ricardo Pachaly e, mais recentemente de seminário com especialistas membros da Americcam Veterinary Dental Society.
Serviço: O médico veterinário Renato Gonçalves, atende em São Sebastião do Paraíso na Animed, à rua Dr. Placidino Brigagão, n.º 1029 com clínica, pet shop, banho e tosa, disponibilizando também produtos da Royal Canin, Fort Dodge, e outros importantes produtos especializados da medicina veterinária.