Prefeitura abre nova licitação para conclusão de obras no Centro Olímpico

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 06-10-2002 00:00 | 414
Foto:

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso abriu esta semana uma nova licitação para dar continuidade à conclusão das obras do Centro Olímpico Municipal "João Mambri-ni". Os trabalhos tiveram início na manhã de quinta-feira, 3 de outubro de 2002, nas dependências do Paço Municipal, com início às 9h e término às 17h15 do mesmo dia.
Compraram o edital cinco empresas, mas apenas quatro participaram da abertura da licitação. São elas: Construsol Construções Elétricas e Civil Ltda. (Pouso Alegre); Construtora Nemacon Ltda. (Passos); Marcolini Engenharia Ltda. (São Sebastião do Paraíso) e Tecon Tecno-logia em Construção Ltda. (Belo Horizonte). A firma Multimil Construções Ltda., de Barueri/SP, não compareceu.
De acordo com a Comissão Especial de Licitação, a primeira fase da licitação concentra-se na análise de documentação das empresas concorrentes. Os trabalhos foram paralisados nesta etapa e devem ser retomados no dia 21 de outubro, segunda-feira, porque duas empresas (Mar-colini Engenharia e Construtora Nemacon) apresentaram problemas nas suas documentações.
As firmas inabilitadas entraram com pedido de recurso e têm cinco dias úteis para apresentarem suas defesas. Depois, as outras concorrentes têm mais cinco dias úteis para contra-razão. Feito isso, a fase seguinte é a abertura dos envelopes com as propostas de preço.

Centro Olímpico
O projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Infra-estrutura está orçado em R$ 2.431.394,17 com previsão de término da obra em 12 meses. O município já tem depositado em conta uma verba federal de R$ 2.063.000,00. O restante deste valor corres-ponde à contrapartida do município. Parte dos fundos do ginásio poliesportivo já foi demolida pela Prefeitura com a autorização da Caixa Econômica Federal. Isso foi feito para poder ampliar a quadra, dando a ela as dimensões oficiais que permitirão a disputa de todas as modalidades esportivas. A cobertura existente foi totalmente retirada, pois apresentava riscos de desabamento. A nova cobertura será com estrutura metálica composta por vigas treliçadas, dando plena segurança às pessoas que utilizarem o prédio.
Um projeto hídrico-sanitário também será desenvolvido com a implantação de torneiras de água quente, fria, instalação de rede e caixas coletoras de esgoto e também para escoamento de águas pluviais. O projeto atende às normas vigentes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Outra medida adotada no projeto é a construção de vias de acesso para deficientes físicos e sanitários para o público. No prédio atual, os banheiros são apenas para os atletas.
Após a conclusão das obras, o Centro Olímpico atual será um "Centro de Eventos, Esportes e Lazer". Além do projeto que envolve a reforma total do prédio, outro prevê a remodelação de toda a área da Praça de Esportes Monsenhor Mancini e ainda áreas que estão sendo desapropriadas. A intenção da Prefeitura é criar um grande local para treinamentos olímpicos, para o lazer e a promoção de eventos que, além do Ginásio com quadras poliesportivas e de areia, contará também com parque aquático olímpico, campo de futebol, pista de atletismo, Centro de Convenções, entre outros benefícios.