Rachas realizados na área central tiram sossego de moradores

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 03-11-2002 01:00 | 423
Foto:

Segurança pública e impunidade são problemas sérios e revoltantes que vêm acontecendo Brasil afora. A impunidade e a inoperância de autoridades é a principal causa do aumento da violência nos centros urbanos, inclusive a violência no trânsito.
Transitando pelas nossas estradas, ruas e avenidas, a gente depara com certos irresponsáveis que são verdadeiros assassinos, sentados a frente de um volante, disfarçados de motoristas.
A maioria desses irresponsáveis não respeita as leis do trânsito. Dirigem com velocidade bem acima do permitido, não respeitam placas e faixas de sinalização, fazem ultrapassagens perigosas, e ainda por cima dirigem alcoolizados.
Outro problema grave é de condutores sem habilitação, além de menores ao volante fazendo de veículos, verdadeiras armas mortíferas.
Em Paraíso, um fato muito grave está acarretando grande preocupação aos pedestres e moradores da Praça Comendador João Alves, a da Fonte Luminosa. Um grupo de engaçadinhos faz os chamados "rachas" naquele local, bem no centro da cidade.
Segundo denúncias, esses irresponsáveis, a partir das quintas-feiras, até as madrugadas de sábado para domingo, via de regra após a meia-noite, até altas horas, ficam apostando corrida, dando cavalo-de-pau, sem que ninguém os incomode.
A folia se intensificou nos últimos três meses. Inclusive no sábado, véspera do dia 6, quando se realizou o primeiro turno das eleições, além das costumeiras barbaridades feitas com os veículos, ainda teriam dado vários disparos com arma de fogo, na maior algazarra, conforme denúncia de uma moradora das imediações.
"Já cansamos de telefonar para a polícia, mas não aparece sequer um filho de Deus para coibir tal abuso", protesta a denunciante, temendo por acidentes, com os próprios motoristas ou envolvendo pessoas inocentes.
Na verdade, isto que está acontecendo é um absurdo, porque a Fonte Luminosa fica no "coração da cidade", onde reside até mesmo autoridade que dirige o destino de nossa cidade, além de tantas outras pessoas de bem da comunidade.
Isto tem que acabar. Engraçadinhos não têm o direito de tirar o sossego e a tranqüilidade da população.
Sebastião Tadeu Ribeiro