Paraíso FM completa 16 anos

Por: Redação | Categoria: Arquivo | 12-01-2002 00:00 | 343
Foto de

A Paraíso FM 89,7 Mhz, completou ontem mais um ano de existência. No ar desde 1987, vêm passando por diversas transformações até chegar à modernidade. "É uma adolescente que está crescendo a cada dia", fala o diretor artístico, Ricardo Alexandre Rocha.
Ricardo destaca que a freqüência da rádio atinge um raio de aproximadamente 150 quilômetros. "Temos ouvinte em todo sudoeste mineiro e boa parte do Estado de São Paulo", diz, salientando que a médio prazo, acredita que esses números aumentem. "Estamos estudando essa possibilidade", destaca.
Pioneira no sistema de Freqüência Modulada em São Sebastião do Paraíso, a emissora procura atender a todos os gostos musicais. "Temos preocupação com o que vai ao ar. Comerciais, vinhetas, tudo tem um controle de qualidade", salienta, destacando que tudo que toca é pedido do povo, por isso, a programação é feita pelos ouvintes. "Fazemos pesquisa diariamente das músicas mais pedidas, não tentamos empurrar nada goela abaixo".
Além disso, o diretor artístico da empresa, fala que o no "teste de qualidade" Paraíso FM, não passa nenhum tipo de música que seja agressivo ou polêmico. "Procuramos respeitar ao máximo o ouvinte, também por termos um público muito grande de crianças", ressalta.
Conforme diz Ricardo Alexandre, em 1994 que realmente a rádio começou a investir em qualidade. "Foi este o ano que os irmãos Geovane e Silvano Zague assumiram a direção da emissora. A partir daí que começou realmente a ter tanto qualidade de freqüência, quanto em programação", comenta.

Propagandas são essenciais
Para quem reclama que a Paraíso FM tem muitos comerciais, Ricardo fala que é conseqüência do crescimento da rádio. "Temos custos muito altos, se não tiver propagandas, não pagamos as despesas", comenta, dizendo que esse é um mau necessário.
Ele fala também que se comparar com as grandes emissoras da região, isso não existe excesso. "Pagamos impostos, salário aos funcionários, diferente das rádios piratas (ou comunitárias), que mesmo assim, colocam comerciais no ar", diz.

Equipe nota dez
Que o sucesso de uma empresa, depende do desempenho de seus funcionários, todos já sabem, e é este o propósito que a Paraíso FM trabalha. "Temos uma equipe nota dez, que preferimos chamar família", comenta Ricardo, destacando que esse foi a mudança mais significativa. "Foram contratados locutores de primeira".
Dentro dessa equipe, estão os locutores Patrícia Duarte, Alexandre Burke, Willian Oliveira, Marcelo Carioca e Joca Bastos. "Cada um com sua particularidade, mas todos trabalhando na mesma linha", comenta Ricardo Alexandre, que também faz parte desse time.
Mas a "família" não termina aí, além dos diretores (Geovane, o casal Silvano e Lucy Zague), Irene Rosa, Jaqueline e Lázara Medeiros, Cláudio Tavares e Elton Matos, trabalham por detrás dos microfones, ajudando a fazer desta, uma das mais ouvidas da região.
Ontem, durante a programação de aniversário, a rádio teve uma significativa participação dos ouvintes, distribuindo brindes a cada 20 minutos, além disso, recebeu os cumprimentos de diversos artistas com o diferencial de que nenhum locutor teve horário fixo. "No ar, tudo é festa", finaliza.