APC

Razão e Temperamento

Por: Redação | Categoria: Cultura | 07-09-2018 10:35 | 372
Foto de Reprodução

Sebastião Pimenta Filho

Arranje problemas, se é disto que você gosta, mas nunca transfira para os outros. O mundo sempre se dividiu entre os que têm razão, os que não têm razão, e os que pensam que têm razão. No meio de tantas filosofias racionais e irracionais, os fundamentalistas avisam que neste mundo ninguém tem razão. Bem, neste mundo entre tantas razões e arrazoados, só Deus sabe.

Há temperamentos coléricos, alguns dominados, outros exacerbados. Mas será que tem jeito de temperar o temperamento?

O empresário perdeu o avião porque uma greve aeroviária impediu que seu voo de conexão chegasse a tempo. Aguardando na fila da companhia aérea ele xingava tudo e todos, xingava a companhia aérea, xingava os atendentes do balcão, xingava o país em que estava.

Há outra história de uma moça que também perdeu o avião. No balcão da companhia soa havia uma atendente. A moça conversou com a atendente e começou ajuda-la, a dar informações para outros passageiros.

Perto do momento do novo embarque, após ajudar com a fila de passageiros, ela recebeu da comissária um novo cartão de embarque. Quando olhou com mais atenção notou que em seu novo cartão de embarque o assento era de classe executiva.

Alguns buscam com bom humor uma forma de abrir as portas para uma comunicação que leva a solução do problema. Outros nem tanto. Há, contudo, formas diversas de reclamar e fazer com que seus direitos sejam cumpridos.

Se você quer um lugar ao sol, caro amigo, tem que sujeitar-se a algumas queimaduras...

Sebastião Pimenta Filho  membro da Academia Paraisense de Cultura.