APARECIDA

Junior Bianchini estreia na Rádio Aparecida

Por: João Oliveira | Categoria: Entretenimento | 22-09-2018 10:36 | 666
Bianchini está no ar pela Rádio Aparecida na frequência 104.3 FM, a partir das 15h45
Bianchini está no ar pela Rádio Aparecida na frequência 104.3 FM, a partir das 15h45 Foto de Reprodução

O locutor João Bosco Vieira Júnior, mais conhecido como Júnior Bianchini, estreou na quarta-feira (19/9), às 15h45, na Rádio Aparecida. Junior deixou a Rádio da Família, em São Sebastião do Paraíso, após cinco anos no ar, para integrar a equipe da Rede Aparecida. É feliz e agradecido a todos os seus ouvintes e a direção da Rádio da Família que ele diz terem sido anos intensos de muitas alegrias, aprendizados, amizades e amor pela comunicação.

Sua história na comunicação começou aos 20 anos, quando se mudou para Ribeirão Preto para estudar Arquitetura. Lá, conseguiu um emprego na TV Tatty, afiliada da TV Brasil, e manteve contato com a equipe da Band News, onde aprendeu a trabalhar profissionalmente com TV. Porém, seu destino mudou em 2012, quando seu pai foi diagnosticado com esclerose múltipla e ele retornou a Paraíso, mudando sua faculdade para Engenharia Civil, em Guaxupé.

A oportunidade para trabalhar na Rádio Aparecida surgiu de um convite feito pelo coordenador artístico da Rede Apare-cida de Rádio, Dudu Prado. Junior conta que continuou seus trabalhos até que Prado fez um contato com ele há cerca de duas semanas. "Ele me disse que havia surgido uma oportunidade e, a princípio, disse que seria até maio de 2019 e resolvi topar o desafio. Conversei com o Calixto, diretor da Rádio da Família, e tive o apoio dele, da minha família e de todos os meus ouvintes", conta.

O locutor conta que viveu uma fase maravilhosa na Rádio. "Foram cinco anos onde aprendi muito e fiz muitos amigos. Foi onde eu tive muita liberdade para aprender e pude treinar, ousar, errar e acertar. Errei algumas coisas, acertei em outras, tive a chance de ter essa liberdade para ganhar experiência em todas as áreas da rádio. Estive como coordenador artístico ao longo de um ano e foi uma experiência muito legal, tive muita liberdade no meu programa", recorda.

"Foram cinco anos de muito crescimento e tenho certeza que se meu trabalho chamou a atenção da Rádio Aparecida foi devido a este crescimento que a Rádio da Família me proporcionou, não apenas a Rádio, mas também os demais órgãos de imprensa por onde passei, mas foi lá onde fiquei cinco anos, indo ao ar todos os dias", relembra.

Suas expectativas para esta nova fase são muito positivas. "A Rede Aparecida é uma rede muito grande, tanto a Rádio quanto a TV é transmitida para todo o país. Em Paraíso eu falava com a região, e agora irei falar com todo o Brasil. Minhas expectativas são muito boas e, claro, há o frio na barriga. A equipe da Rádio Aparecida me recebeu muito bem e foi muito acolhedora", conta.

Junior comenta que o esquema de trabalho é muito profissional e a Rádio Aparecida tem vários produtores e é completamente roteirizada. "Tem equipe de produtor, de jornalismo e a programação musical é selecionada com muito carinho. Atualmente estou fazendo um programa que é de MPB e Flashback. A Rádio passou por um processo de migração e já está funcionando no FM e no dia 12 de outubro desligará o AM. Estamos também no aplicativo e a estrutura é muito boa, com estúdios novos, equipamento de ponta e o que há de melhor no Brasil eles buscaram e montaram nos estúdios da Radio Aparecida", destaca.

 

MOMENTOS MARCANTES

Não foram poucos os momentos marcantes do comunicador durante sua passagem pela Rádio da Família. Entre eles Bianchini conta que certa vez foi uma família a Rádio pedir ajuda porque tinha perdido tudo em um incêndio e precisavam voltar para a terra natal deles, para recomeçar, já que não tinham mais nada em Paraíso.

"Precisavam arrecadar o dinheiro para a passagem. Fizemos um levantamento do que tinha acontecido e os colocamos no ar e, em menos de uma hora, conseguimos os recursos para dar esse suporte a esta família. Foi algo muito marcante para mim, além de várias outras famílias que também buscaram ajuda e as colocamos no ar, no meu programa, e conseguíamos poder prestar essa assistência", conta o locutor.

Junior se recorda que outro fato marcante para ele também foi poder ter sido  âncora na transmissão das Congadas em Paraíso. "Foi muito legal, além da coordenação artística que me permitiu aprender um pouco de gestão na Rádio e foi importante para a minha carreira e os amigos que fiz. São Vários momentos marcantes", acrescenta.

Conforme conta Junior Bianchini, a Rádio Aparecida tem todo um padrão artístico bem elevado. "Não é do jeito que o locutor quer, há todo um patrão a ser seguido. Eu já peguei todo esse material, li, fiz testes e gravei, para me adequar ao perfil da emissora. O que podem esperar de mim é que eu faça um bom trabalho, dentro do que a Rede precisa, e que eu consiga conquistar ouvintes de todo o país e que eu possa levar bons momentos por meio do rádio para o Brasil todo".

Sobre planos futuros, Bianchini conta que para agora é conseguir fazer um bom trabalho na Rádio Aparecida. "É meu principal objetivo. E quem sabe futuramente crescer mais dentro da Rádio Aparecida, até onde me for permitido e crescer também na profissão. O plano atual é fazer um bom trabalho e ter o nome conhecido na emissora", completa.

 

MENSAGEM AOS OUVINTES

"A todos os meus ouvintes que me acompanharam, agradeço muito a Deus por ter os conhecido, conhecido suas histórias, cada um com uma história de vida muito bonita. A Rádio da Família é uma companhia para o cidadão paraisense. A maioria das rádios conquista seus ouvindo dando prêmios, a Rádio da Família não, ela tem amigos. Esses amigos, independentemente, estão lá, fielmente ligados a rádio. Eu agradeço a todos. Percebemos a força que o rádio tem, que ele ainda é uma companhia para as pessoas e é muito mais gostoso ouvir suas músicas por meio desta ferramenta que em um playlist no celular, que não tem o calor humano que o rádio transmite. Só tenho gratidão por todos que me acompanharam e aos amigos que fiz e que levarei para onde eu estiver".