CURTAS EDIÇÕES 2242

CURTAS

Por: Redação | Categoria: Cidades | 03-10-2018 14:17 | 279
Foto de Reprodução

Licitação
O Ministério da Educação liberou e já estão na conta, disponíveis, R$ 28 milhões para a construção da unidade Universidade Federal de Lavras, em São Sebastião do Paraíso. O ministro da Educação, Rossieli Soares, esteve na cidade  no sábado, 29 de setembro, e na ocasião também anunciou a liberação de R$ 10,8 milhões para que a Ufla realize construções e adquira equipamentos, mobiliários e livros. O reitor da Ufla, José Roberto Scolfaro retorna ao Município nesta quarta-feira,3, para anunciar a abertura do processo de licitação.

Construção
O campus Paraíso terá nove edificações em uma área de 150 mil metros quadrados, a ser concluído em 2022.  A prefeitura irá ceder um imóvel temporário para que os alunos já possam estudar no local a partir do próximo ano. O novo campus, conforme foi dito, terá como foco cursos que envolvam inovação, empreendedo-rismo e geração de tecnologias direcionadas, principalmente, para o agronegócio, vocação da região. A tecnologia irá agregar valor ao que é produzido no campo. Nós vamos subir a base da pirâmide. Vamos contribuir para a região e para o desenvolvimento do país, disse o reitor da Ufla, José Roberto Soares Scolforo. Ele também comentou que dará prioridade ao processo licitatório para que as obras comecem o mais rápido possível, beneficiando a economia local. Existirão empregos no campus e nas empresas que trabalharão nas obras, frisou.

Silêncio
Ninguém, nenhuma autoridade, ou comandante do 43.º Batalhão da Polícia Militar de Paraíso se manifestou sobre a prisão de três militares da unidade presos na operação Proditor, que significa traidor. O mesmo ocorreu com a Guarda Municipal, e a Secretaria Municipal de Segurança Pública ou a Prefeitura, já que um servidor Guarda Municipal está entre os detidos. A operação apura esquema de comércio de armas e munições e até tráfico de drogas entre outros crimes. Os militares estão presos no 12º BPM e o guarda foi levado junto com os demais seis civis foram levados para o presídio da Aclimação. Ao todo foram 13 presos.

Nota 10
Em meio a tantas notícias lamentáveis e tristes, pelo menos uma é de fazer bater mais forte o coração e de emocionar os paraisenses, mais sensíveis. A professora Elenir Novais, da Rede Municipal de Ensino, foi premiada na segunda-feira entre os Educadores Nota 10 da Fundação Victor Civita. Criado em 1998, o prêmio  reconhece profissionais da educação de todo o país que inscrevem seus trabalhos a cada edição em diferentes áreas de conhecimento.

Análise criteriosa
Uma comissão selecionadora, composta por profissionais da Educação, especialistas nas diversas disciplinas, analisa todos os trabalhos recebidos e, entre eles, são escolhidos os 50 finalistas, entre os finalistas são escolhidos os dez Educadores Nota 10 e entre eles o Educador do Ano. Nessas 20 edições, foram reconhecidos 221 educadores, entre professores e gestores, e entregues aproximadamente 2,58 milhões de reais em prêmios.

Matemática
Feito para os alunos do Ensino Fundamental I, o projeto denominado “De cor e salteado”, foi desenvolvido pela professora Elenir Novaes, na Escola Municipal Campos do Amaral, em Paraíso. A proposta foi desenvolvida para solucionar as dificuldades dos alunos. Com isso os alunos passaram a confiar mais nas próprias possibi-lidades de resolução e passou a resolver as propostas de forma que compreendesse o que estava fazendo. Agora, todos lançam mão de outras estratégias, como a decomposição e a sobrecontagem. Elenir diz que assumiu um compromisso e dedicou tempo à sua própria formação para ter condições de atuar eficazmente no processo de aprendizagem dos seus alunos. Algo a ser comemorado, mais que isso, reconhecido.

Primeiro turno
Observadores do cenário político afirmam que em debate entre candidatos ao governo do Estado de São Paulo pelo SBT, o candidato tucano João Dória acabou arranjando votos para o capitão Bolsonaro. É que no debate ele afirmou ao seu concorrente, o petista Luiz Marinho, que na disputa pela prefeitura de São Paulo, contra Fernando Haddad, ele ganhou em primeiro turno. “Ele foi tão mal na prefeitura de São Paulo que perdeu em primeiro turno”. 

Onze meses
Projeto visando modificar lei municipal em Paraíso e passe a considerar o Dia da Consciência Negra (20 de Novembro) como ponto facultativo, em vez de feriado, deu entrada à Câmara em novembro do ano passado. Continua para análise na Comissão de Justiça, Finanças e Legislação. A Associação Comercial por mais de uma vez ponderou que caso o comércio local tenha que ficar de portas fechadas, isso irá ocasionar prejuízo para comerciantes, já que há alguns feriados antecedendo o Dia da Consciência Negra. É possível que na próxima sessão o caso tenha seu desfecho. Afinal depois de onze meses, está em tempo.