AEROMODELISMO

Aeromodelismo, paixão de pai para filho

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Entretenimento | 07-10-2018 21:23 | 3742
Nilson Nunes Pedrosa, é instrutor, piloto, montador e Construtor de Aviões Aeromodelos
Nilson Nunes Pedrosa, é instrutor, piloto, montador e Construtor de Aviões Aeromodelos Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

Aqui em São Sebastião do Paraíso existe uma importante entidade representativa que agrega inúmeros associados: o Clube Paraisense de Aeromodelismo. O atual presidente é o aeromodelista Nilson das Neves Pedrosa, sendo vice-presidente Francisco de Sousa.

Para quem ainda não tem conhecimento, o aeromodelismo é uma prática esportiva e de lazer em que o aluno necessita de aulas teóricas e práticas de instrutor altamente capacitado e experiente para ensinar com segurança e habilidade a prática de voo.

Em São Sebastião do Paraíso a atividade existe há mais de 50 anos e vem crescendo e alimentando paixões de pessoas de todas as idades, enfatiza o professor Nilson.

O desejo de voar sempre acompanhou o homem, aqueles que nunca pilotaram uma aeronave de verdade, mas se encontraram nos aeromodelos, mais que um esporte, um hobby para a vida toda, que em São Sebastião do Paraíso oferece quase que 365 dias por ano, um céu de brigadeiro, disse o instrutor Nilson.

Em finais de semana e feriados membros do Clube Paraisense de Aeromodelismo vão passar horas na pista oficial, localizada nas proximidades da Rodovia BR 491 km 7,4 sentido Paraíso a Monte Santo de Minas, entrada de via de acesso Paraíso Verde Produções de Mudas, sendo a primeira entrada logo abaixo da entrada principal do Condomínio Campo Alegre.

Nilson afirma que o aeromodelismo tornou-se mais recentemente um esporte global, com milhões de praticantes em todo o planeta. Segundo definições, aeromodelismo é uma aeronave em miniatura para brinquedo, concursos esportivos ou exposições, com propulsão a elástico, motor ar comprimido, gasolina, metanol (glow), vapor ou foguete, ou simplesmente planador.

O que na teoria é chamado de brincadeira, que na prática não tem idade. Na verdade, o aeromodelismo é uma ocupação indicada tanto para jovens e adultos, uma paixão que passa de pai para filho, cheia de desafios e prazer, define o aeromodelista Nilson.

Para quem acredita que o aeromodelismo é feito apenas de lazer, essa prática dá aos jovens uma primeira introdução à aerodinâmica, ao projeto, à tecnologia dos motores eletrônicos, dos rádios transmissores, ao trabalho com fibras de vidro e resinas sintéticas, madeiras, isopor. Depois vem a pintura e num nunca acabar de tecnologias, sendo das mais simples às mais complicadas, explica Nilson, que também é construtor e montador de aviões aeromodelos.

Depois de montado e pronto é só escolher o seu modelo, estando treinando e desinibido, o piloto pode sim estar apto e preparado para efetuar os voos, mas de olhos na segurança nos céus de Paraíso, ou onde estiver, alerta.

No Brasil existe a Confederação Brasileira de Aeromodelismo “Cobra”. É o órgão máximo que representa o aeromodelismo nacional, que divulga e não deixa de lado a difusão das normas de segurança obrigatória para a prática responsável deste esporte e hobby.

Muitos de seus praticantes encaram o aeromodelismo apenas como passatempo, postura esta que não isenta o praticante de deixar de cumprir um grande número de regras, tanto para quem constrói o avião aeromodelo, para sua aplicação e para o voo propriamente dito.

Segundo as regras da Confederação Brasileira de Aeromodelismo, não há lugar para aeromodelistas que não consideram ou não respeitam a segurança, tanto das pessoas, bens de terceiros, espaço aéreo onde tem trânsito de aeronaves com passageiros, cargas, locais, onde existe aeroportos com treinamentos e aprendizado de pilotagem civis, militares e outros.

Conforme afirma Nilson Pedrosa, o clube está estruturando suas instalações na pista apropriada para que seus diretores e sócios possam desenvolver seus projetos junto às crianças e comunidade. Para que seus projetos sejam realizados o mais breve possível e com sucesso, diretores do clube solicitam a empresários paraisenses que sejam parceiros do clube.

Realmente o aeromodelismo é um esporte, um hobby, também terapia e um lazer que ajuda o ser humano a se descontrair e sair do estresse desta vida corrida, competitiva. Por esta razão tem aumentado o número de pessoas de todas as faixas etárias praticando o aeromodelismo, inclusive o aeromodelista e instrutor de voo com rádio controle (transmissor) onde, dentro do avião há o receptor com os demais componentes eletrônicos, Lúcio Flavio Furtado.

Um Avião Aeromodelo sobrevoando em cima da pista de pouso e decolagens