SAÚDE ANIMAL

O Gato Preto

Por: Rogério Calçado Martins | Categoria: Saúde | 27-10-2018 12:58 | 129
Foto de Reprodução

De acordo com o Dicionário Houaiss da lingua portuguesa, a palavra superstição, que origina-se do latim superstitione, significa 1. crença ou noção sem base na razão ou no conhecimento, que leva a criar falsas obrigações, a temer coisas inócuas, a depositar confiança em coisas absurdas, sem nenhuma relação racional entre os fatos e as supostas causas a eles associadas; crendice, misticismo; 2. crença em presságios e sinais, originada por acontecimentos ou coincidências fortuitas, sem qualquer relação comprovável com os fatos dos quais se acredita sejam prenúncio; 3. religião primitiva, em que se cultuam basicamente espíritos que se crê estarem presentes nas coisas e nas forças da natureza; paganismo, magia, feitiçaria; 4. crença cega, arraigada e exagerada em alguma coisa, alguma regra ou algum princípio, que se adora ou se segue sem questionar.”
Os gatos pretos são alvos e vítimas constantes dessa insanidade que só poderia vir, mesmo, do único animal que destrói, por prazer, quase tudo o que põe a mão: o homem!!

Muitos habitantes de vários países ainda enxergam o gato preto como “mal presságio” e/ou “sinal de má sorte”. E o pior de tudo é quando usam esses animais para sacrifícios em rituais da mais pura ignorância! Lamentável.
Segundo historiadores, essa crença teve início na idade média, onde havia uma “febre religiosa” intensa e acreditava-se que existiam bruxas e que essas bruxas poderiam assumir a forma de gatos pretos. Há outras “explicações”, como as dos que usam “magia negra”, onde acreditam que o gato preto macho seja a personificação do próprio diabo.              
Apesar das crendices, maluquices e outras ignorâncias da mente humana, o gato preto conseguiu sobreviver à tudo isso. Ainda bem que gatos são peritos em conquistar a atenção e até mesmo a adoração de seus donos e conviventes. E, talvez esse “dom” misturado às diferenças de cultura entre os vários países do mundo, tenha sido fundamental para que gatos de pelagem preta não tenham sido aniquilados da face da Terra.

No Egito antigo o gato preto era idolatrado, tendo até mesmo um deus com sua forma, o deus Bast. E, na Inglaterra, algumas superstições são de que o gato preto traz é sorte, como para pescadores e até para noivas! No sul da França, acredita-se que quem dá proteção e cuida de um gato preto terá boa sorte. Na Letônia, os agricultores acreditam que ao achar um gato preto em seus reservatórios de sementes é um ótimo presságio, já que nesse país os gatos são o “espírito de Rungis”, o “deus da colheita” para eles. Na Escócia, um gato preto no alpendre de casa traz prosperidade.             

Para dizer a verdade e de maneira bem simples, o gato preto nada mais é do que apenas um gato de pelagem escura. Parece bobagem essa afirmação, mas é simples assim!

E, para finalizar, em minha opinião, toda essa crendice do “mal agouro” sobre gatos pretos nada mais é do que a exteriorização da maldade da mente do “bicho homem”!!

*ROGÉRIO CALÇADO MARTINS – médico-veterinário – CRMV/MG 5492
*Especialista em Clínica e Cirurgia Geral de Pequenos Animais (Pós-graduação “lato sensu”)
*Membro da ANCLIVEPA (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais)
*Consultor Técnico do Site  www.saude animal.com.br
*Proprietário da Clínica Veterinária VETERICÃO (São Sebastião do Paraíso/MG)