DENGUE

Vigilância em Saúde aponta aumento dos focos do mosquito da dengue em Paraíso

Por: João Oliveira | Categoria: Saúde | 28-10-2018 11:56 | 1586
Os agentes da epidemiologia estão mantendo o trabalho de ‘tratamento focal’
Os agentes da epidemiologia estão mantendo o trabalho de ‘tratamento focal’ Foto de Arquivo "JS"

O Levantamento do Índice para Aedes Aegypti (LIRAa), que aponta os risco de epidemia da doença e orienta às ações de controle da dengue, realizado pela Vigilância em Saúde em São Sebastião do Paraíso, apontou aumento dos focos do mosquito no município. De acordo com os dados, o índice, que estava em 2%, subiu para 4%, e é um número que suscita preocupação, já que o recomendado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais é abaixo de 1%, isto significa que, em caso de um provável surto da doença, o controle é feito de forma mais rápida e eficaz.

O que contribuiu para esse aumento têm sido as chuvas torrenciais que acontecem com mais frequência no período de outubro a abril e, assim, contribui para o aumento dos focos do mosquito e notificações da doença. A Vigilância em Paraíso tem se mobilizado para frear esse número e tem pedido ajuda da população, para que a situação não fuja do controle.

Atualmente, os agentes da epidemiologia estão mantendo o trabalho de ‘tratamento focal’, que é de rotina onde há visitas as casa para eliminação dos focos, com visitas também a pontos estratégicos para eliminar focos do mosquito e fazer o tratamento químico com bombas. Tem sido realizado o atendendo às denúncias que aumentam bastante nesta época do ano, com o aumento do vetor do dengue, o Aedes Aegypt.

Conforme já havia destacado a coordenadora da Vigilância em Saúde à reportagem, Daniela Cortez, na maioria das casas visitadas pelos agentes epidemiológicos têm sido encontradas latinha, calhas sem limpar e caixas d’água sem tampa, situações que preocupam muito os agentes, principalmente por estes ambientes serem solos férteis para a procriação do mosquito. Embora haja a preocupação constante, o número de notificações da dengue caiu  no município nos últimos dois anos. Segundo números da Vigilância em Saúde, atualmente há cerca de 49 casos notificados, dos quais apenas sete deram positivo para a dengue. 

PREVENÇÃO
A Vigilância em Saúde tem pedido apoio à população para que se mantenham controlados os números. São ações simples, mas que podem fazer grande diferença e gerar grande impacto na comunidade como um todo. Conforme orienta, diariamente deve-se verificar o quintal e se não há nada que possa acumular água. São ações que ocupam apenas cinco minutos do cidadão e a Vigilância orienta a retirar dos quintais todo e qualquer tipo de recipiente que possa acumular água e, em caso de materiais recicláveis, direcionar à Associação dos Catadores de São Sebastião do Paraíso (Acasp).

Quem é proprietário de terreno também deve estar atento e manter sua propriedade limpa, sob pena de ser multado. Vizinhos que se deparem com situações de risco podem fazer denúncia junto à Vigilância, na rua Placidino Brigagão, 1230, ou também por meio de protocolo na Prefeitura. Em caso de dúvida, também pode ser feito contato pelos telefones 3539-1040 ou 3539-5003.