PARAÍSO 197 ANOS

Encruzilhada

Por: Redação | Categoria: Cidades | 28-10-2018 16:15 | 46
Foto de Reprodução

Mariano Bícego 

Responda rápido: O que de importante está marcado para acontecer em 2021?

Se você não conseguiu imaginar, após se lembrar de coisas “importantes” tais como Olimpíada, Copa do Mundo e Eleições, não se preocupe.

Nem as nossas maiores autoridades se lembram de que daqui a três anos a cidade completará 200 anos, uma dada simbólica, histórica e importante.

Talvez até se lembrem, ao verem estampado no Jornal do Sudoeste os nossos 197 anos, mas não passará de um leve pensamento, e depois voltam a olhar para o umbigo.

Data como essa deveria estar sendo planejada desde agora, por uma comissão de notáveis.

Mais do que os 200 anos de história, o foco dessas improváveis celebrações deveria ser sobre a reflexão de qual o futuro que desejamos para nossa cidade, qual caminho tomar a partir de agora, já que a jornada não foi fácil.

Encontramo-nos em uma encruzilhada.

Precisamos achar o norte, estamos um pouco desorientados.

Nesse caminho até aqui, desperdiçamos boas oportunidades de progresso.

Perdemos muitas vocações que surgiram, e logo murcharam, como uma flor no deserto.

Poderíamos ter sido a cidade universitária, a capital da lingerie, a rainha do café, o centro comercial regional e até a referência em esportes de alto rendimento.

Hoje somos pouco mais que uma pacata cidade dormitório, embora de clima, localização e povo de primeira qualidade.

O que faltou?

Liderança, humildade e visão de nossos “líderes”. 

Uma ou duas ( talvez três) gerações comprometidas com suas raízes.

Envolvimento maior dos cidadãos nas discussões de assuntos de interesse comunitário.

Tudo normal em se tratando de Brasil e de brasileiros.

Mas o momento agora é outro.

Pela data que iremos celebrar em Paraíso e pela transformação que estamos passando no País.

O desprezo pela efeméride é normal, vindo de nossas lideranças, mas novas estão surgindo.

Urge esquecer o poder público e buscar a formação de um comitê pelo futuro de São Sebastião do Paraíso.

Que comece pelas comemorações dos 200 anos.

E que esse novo tempo se estenda por mais 200. 

Mariano Bícego, Professor,  ex-secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo.