CAFFEE

Inscrição de Paraíso concorre ao “Prêmio Coffee of the Year 2018”

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 03-11-2018 12:28 | 52
Após a primeira seletiva foram classificadas 180 de 405 amostras inscritas no concurso
Após a primeira seletiva foram classificadas 180 de 405 amostras inscritas no concurso Foto de Divulgação

Uma amostra de café, do produtor Ricardo Baptistela Júnior, inscrita por São Sebastião do Paraíso está entre as 180 selecionadas e que concorrem ao Premio Coffee of the Year 2018. Ele concorre com outros cafeicultores do Sul de Minas e Mogiana Paulista. Os produtores vencedores receberão menção honrosa e o campeão será anunciado e premiado durante a Semana Internacional do Café. A competição é considerada uma das mais importantes premiações nacionais recebeu a inscrição de 405 amostras de cafés de 20 regiões brasileiras.

Para concorrer cada participante precisou enviar 4 kg do seu melhor café da colheita da safra atual 2018/2019, da espécie Coffea arábica ou Coffea canephora (Conilon/Robusta). Amostras nacionais de café, enviadas por produtores de todo o País, foram selecionadas para que especialistas em prova de café e visitantes da feira tivessem  a oportunidade de degustar e votar no melhor café do ano. Os produtores vencedores receberão menção honrosa e o campeão será anunciado e premiado durante a Semana Internacional do Café.

As amostras passaram por um processo de avaliação física e, em seguida, sensorial, por uma comissão de julgadores, formada por juízes certificados pela Specialty Coffee Association (SCA), por Q Graders Licenciados pelo Coffee Quality Institute (CQI) e pelo coordenador geral, o professor do Instituto Federal do Sul de Minas, Leandro Paiva.

Foram recebidas inscrições de mais de 400 amostras nas categorias coffea arábica ou coffea canephora (conilon/robusta). Após as primeiras análises foram selecionadas 150 amostras de arábica e 30 de canéfora, que participarão da Sala Coffee of the Year Brasil 2018 durante a Semana Internacional do Café (SIC), que acontece entre os dias 7 e 9 de novembro, em Belo Horizonte. Entre os classificados para a grande final estão cafés da região de Franca, como de Ibiraci, Pedregulho, Cristais Paulista, Ribeirão Corrente, Batatais, Cássia, São Sebastião do Paraíso e Santo Antônio da Alegria.

Os cafés indicados pelos produtores precisam atingir uma classificação mínima de 80 pontos, em uma escala de 100. Há também a avaliação sensorial que leva em conta vários itens, como: aspecto, seca, cor, porcentagem de peneiras, tipo, teor de umidade, torra e qualidade. Os critérios foram baseados em protocolos da Associação de Cafés Especiais (SCA), incluindo aroma, sabor, acidez, corpo, uniformidade, balanço e doçura, bem como em notas de qualidade referenciadas pelo Instituto de Qualidade do Café (CQI).

“O concurso é uma vitrine sem igual para os produtores, pois gera muito interesse de compradores pelo produto e enfatiza a qualidade da região produtora”, explica Mariana Proença, diretora de conteúdo da Café Editora, uma das organizadoras do evento.

A Semana Internacional do Café é um encontro de cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores. O evento acontece na Expominas, na capital do maior Estado produtor do Brasil – Belo Horizonte.