100 KG MACONHA MS

Morador em Paraíso é preso com 100 kg de maconha no MS

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Polícia | 06-11-2018 16:57 | 3494
Motorista de carro com maconha, reside em Paraíso e usava uniforme de empresa para tentar despistar a polícia
Motorista de carro com maconha, reside em Paraíso e usava uniforme de empresa para tentar despistar a polícia Foto de Reprodução/Divulgação/PMR

Um homem de 41 anos, morador em São Sebastião do Paraíso foi preso em flagrante, hoje pela manhã pela Polícia Militar Rodoviária do Mato Grosso do Sul quando fazia o transporte de 100 quilos de maconha. A droga estava dentro das portas e no assento de um veículo dirigido por Micelângelo César Pereira e foi descoberta durante uma abordagem na rodovia MS-156, na região de fronteira entre o Brasil e o Paraguai. O acusado até usava uniforme e crachá de uma empresa, mas a polícia desconfia que os utensílios eram apenas para disfarce.

A ação da polícia ocorreu na manhã de terça-feira, (6/11), entre os municípios de Amambai e Caparaó, no Matro Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai. Ao ser parado na base do batalhão da PMR, ele disse que voltava de Amambai, onde tinha visitado clientes. Para tentar despistar os policiais, Micelangelo Cesar Pereira, que disse ser morador de São Sebastião do Paraíso (MG), usava crachá, celular corporativo e uniforme de uma empresa da qual disse ser representante comercial.

A história não convenceu os policiais, que vistoriaram o carro e encontraram a maconha. Na rota da droga, a maconha era transportada até no banco de carro. Os tabletes estavam escondidos dentro das portas, no assoalho do porta-malas e até no interior do assento traseiro de um Fiat Punto preto com placa de Belo Horizonte (MG). Os policiais tiveram muito trabalho para remover o material entorpecente.

Micelangelo disse à polícia que havia trazido o carro de Belo Horizonte há dois dias e permaneceu em um hotel de Coronel Sapucaia. A droga foi apreendida e deverá ser repassada para a Polícia Federal. O acusado foi preso e deverá responder inquérito acusado de tráfico. (Campo Grande News)