REDUÇÃO CUSTO

Prefeitura discute redução de custos com sindicalistas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 06-11-2018 23:07 | 480
Reunião com membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sempre) para discutir sugestões
Reunião com membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sempre) para discutir sugestões Foto de Denis Menezes

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso realizou ontem (6/11),  reunião com membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sempre) para discutir sugestões protocoladas pelo órgão de classe, a fim de reduzir despesas na administração e colocar em dia a folha de pagamento dos servidores. Até o momento, só recebeu o salário de setembro quem ganha até R$ 2.500,00. Aos professores vinculados ao Fundo da Educação Básica (Fundeb), foi pago a todos até R$ 1.900,00.

Entre as sugestões apresentadas pelo Sindicato e que foram extraídas de comissões setoriais formadas por servidores de diversos departamentos da Prefeitura, estão a exoneração dos cargos comissionados com recrutamento externo, fusão de secretarias, revisão dos contratos de terceirização e suspensão temporária nos cargos em comissão para servidores efetivos.

O documento ainda propõe o corte da cessão de transporte para participação em eventos esportivos em outras cidades, corte de apoio a eventos esportivos de terceiros com qualquer tipo de prestação de  serviços que gerem custo, corte do contrato da Prefeitura com o time de futsal da Intelli, pagamento de horas extras somente para prestação de serviços assistenciais e imprescindíveis, corte de pagamento de adicionais indevidos e de sobreaviso.

Participaram da reunião o prefeito Walker Américo Oliveira, a vice Dilma Oliveira, todos os secretários municipais, representantes do setor  contábil, de comunicação e controle interno, além de Maria Rejane Tenório Araújo Santos e Rildo Domingos, ambos da diretoria do Sindicato.

Um novo encontro deve acontecer na manhã desta quarta-feira na Prefeitura, às 8h30, desta vez com a participação de vereadores.

Durante a reunião, o prefeito ressaltou que diversas medidas já foram  tomadas pela administração para conter as despesas e afirmou que vai analisar todas as sugestões apresentadas pelo Sindicato. As respostas serão enviadas por ofício ao órgão classista. Walker destacou, ainda, que o Governo do Estado deve mais de R$ 21 milhões ao município. Deste montante, mais de R$ 1,5 milhão são repasses do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) referente ao período de 25 de setembro a 30 de outubro e quase R$ 500 mil do Fundeb e que daria para a Prefeitura quitar a folha de pagamento do mês de setembro.

(por Adriano Rosa Silva)