ILUMINAÇÃO

Passarela sem iluminação torna-se perigosa

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Transporte | 10-11-2018 10:49 | 2573
Moradores do Cidade Industrial pedem urgência na iluminação  da passarela para pedestres na travessia da BR 491
Moradores do Cidade Industrial pedem urgência na iluminação da passarela para pedestres na travessia da BR 491 Foto de Jornal do Sudoeste

A Concessionária Nascente das Gerais construiu na BR 491, bem de frente para o bairro Cidade Industrial e Parque Industrial I, em São Sebastião do Paraíso, uma passarela.  Há uns seis meses está pronta e apta para a ser usada por pedestres, e assim proporcionar segurança e evitar acidentes.

O problema que está gerando muitas reclamações por parte de usuários, é que a instalação para colocar iluminação no percurso da passarela já está pronta, mas até o fechamento desta edição, continuava na escuridão.

Com total razão, pedestres temem passar durante à noite pela passarela, pois a extensão do percurso é enorme, e devido à escuridão tem havido a presença de elementos que fazem uso de drogas, e com isso deixam pessoas do bem amedrontadas, evitando atravessar sobre a passarela.

O “JS” ligou diversas vezes para o telefone 0 800 282050503 disponibilizado para informações ao público pela Nascente das Gerais, mas, semelhante empresas de telefonia que demoram para atender e quando atendem é só jogo de empurra de um departamento para outro, e “deixar como está para ver como fica” até a pessoa desistir da ligação.

Moradores que residem nos referidos bairros pedem as autoridades representativas no município paraisense e em nível estadual, para que tomem medidas cabíveis junto aos responsáveis para que seja ligada a iluminação no interior da passarela, para se evitar que pedestres continuem atravessando a pista da BR 491 correndo risco de atropelamento e vida ceifada.

Como está, sem iluminação na passarela, o risco é de ataque de maus elementos. A ligação precisa ser feita o mais rápido possível, já passou da hora. Basta boa vontade e é necessário se ter respeito e consideração para como ser humano.