CRÔNICA JOEL CINTRA BORGES

O que nos espera

Por: Joel Cintra Borges | Categoria: Cultura | 30-12-2018 10:39 | 2566
Joel Cintra Borges
Joel Cintra Borges Foto de Reprodução

De repente olhei para a linha do horizonte e vi que ela se estendia até bem mais longe do que eu imaginava... O que nos aguarda não é o frio de uma lápide, nem um céu com a contemplação ociosa de coisas e personagens sagradas (ao som de harpas tocadas por anjos bem comportados!), nem o calor do inferno com suas legiões de demônios horripilantes...

Aguarda-nos o Universo: as muitas moradas da casa do Pai. Aguarda-nos esse enigma imenso aos nossos pequenos olhos de hoje, mas que um dia será claro, simples e facilmente inteligível, porque nossos olhos e nosso entendimento serão outros. Nosso cérebro compreenderá muito mais e nossos conhecimentos abrangerão coisas que nem imaginamos hoje.

Os primeiros passos serão as novas encarnações, após um tempo no plano espiritual, onde teremos oportunidade de dar um balanço em nosso estágio atual, nas duas asas que nos sustentam, ambas começadas com S: sentimento e sabedoria, e lá ajudar nos planos para a próxima reencarnação. Onde será? Pode ser na Inglaterra, ou na França, ou no Brasil mesmo.

Certamente faremos as coisas que tencionávamos fazer nesta vida e não fizemos, seja por fraqueza mesmo, seja porque as circunstâncias, a roda da vida, não permitiram. Tentaremos encontrar aquele amor que mal beijamos, como um beija-flor faz com uma rosa, e que deixamos que se fosse, que se perdesse nas dobras do tempo. E estudaremos muito mais, aprenderemos coisas que no momento são inacessíveis para nós, mesmo porque esse tempo será o futuro e futuro tem cheiro de coisa nova!

Depois... Depois as coisas se sucederão como se embarcássemos em um ciclone, ou em túnel do tempo. Porque o Universo é muito grande, quiçá infinito  E não está aí para que o vejamos de longe como uma miragem. A América era inacessível para os europeus até ser descoberta por Cristóvão Colombo, com suas três pequenas naves: Santa Maria, Pinta e Nina!