CURTAS EDIÇÃO 2265

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 22-12-2018 17:31 | 143
Foto de Reprodução

Parabenizou
O prefeito Walker Américo Oliveira via ofício cumprimentou os membros da nova mesa diretora eleita no início da semana para conduzir os trabalhos no próximo biênio 2019/2010. Imagem do documento foi exposta nas redes sociais para demonstrar publicamente a intenção de se aproximar os dois poderes Legislativo e Executivo, que, teoricamente são harmônicos e independentes entre si. A expectativa conforme anunciada é que se possa manter um bom entrosamento através do diálogo e que o pensamento seja sempre de pensar na comunidade e servir ao cidadão paraisense. Como diz um filósofo contemporâneo, “tumara”.

De perto
Quem acompanhou e bem de perto a eleição da nova mesa diretora da Câmara de São Sebastião do Paraíso foi a vice-prefeita Dilma Aparecida de Oliveira que estava no plenário. Ela cumprimentou pessoalmente os novos eleitos desejando uma boa gestão com democracia, ética, compromisso, diálogo, transparência pensando no bem da população da cidade, como expressou. Dilma teceu elogios ao ex-presidente Marcelo Morais por suas ações em favor da administração e do funcionalismo. Por fim desejou que todos continuem com ânimo e carinho que a cidade merece.

Recesso
Por hora políticos estão em recesso para o período natalino, mas na semana que vem já tem movimentação de boa parte deles que estarão envolvidos nas posses do governador Romeu Zema e do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. É sabido que uma delegação de Paraíso, principalmente aos ligados ao PSL já se organiza para ir a Brasília na posse o presidente eleito e dar início ao novo tempo. Em Minas a expectativa não é diferente. Arantes que foi oposição ferrenha a Fernando Pimentel (PT) agora se diz defensor e simpático do novo governo e deve ser presença certa na solenidade de posse, no próximo dia 1º de janeiro.

Melancólico
Triste o fim de mandato de Fernando Pimentel à frente do Governo de Minas Gerais. Foi o primeiro governador petista a assumir o Palácio da Liberdade e chegava com ventos auspiciosos há quatro anos quando assumiu. Neste intervalo de tempo muitos fatos se sucederam e a realidade de hoje mostra um Estado falido, funcionários públicos desesperados, prefeitos apavorados, população mineira decepcionada, Minas Gerais quebrada. Entrará para a história como menos se deseja situação ruim até para ser recordada e mais uma lição a ser aprendida. Vai levar tempo para consertar o estrago causado e as feridas causadas, de tão profundas, exigirá muito mais para cicatrizar. Ruim, demais da conta.

Brigas
Os deputados federais Rogério Corrêa (PT) e Cabo Junio Amaral (PSL) trocaram socos durante cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos neste ano. O motivo foi a exibição durante o evento de uma placa com os dizeres “Lula livre”. E independente de quem esteja certo ou errado, fatos como estes apenas demonstram que as instituições estão desmoronando, não lentamente, mas de forma acelerada. E se a violência é praticada por legisladores, inclusive os que ainda vão exercer tal cargo, não é de se esperar que tais pessoas possam ter um pensamento ideológico de pensar no bem comum. Tomara seja apenas “uns gatos pingados”, e que a maioria esteja imbuída de propósitos dignificantes. Assim o país espera.

Lamento
O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) lamentou a confusão ocorrida na cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no estado, realizada quarta-feira,19, no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Em nota, o tribunal afirma que “seres humanos são passíveis de erros” e reconhece as “posturas inadequadas” ocorridas entre os envolvidos. O órgão anuncia ainda esperar que o episódio seja “superado” e que não afeta o funcionamento das instituições e que toda a cerimônia foi pesada e realizada com toda dedicação e cuidados pelos funcionários do TRE. Por fim acrescenta que mantém a expectativa de que o ano de 2019 seja marcado pela busca por plena civilidade e pelo respeito à pluralidade de pensamentos”, afirma.

Prorrogado
A intervenção na Santa Casa de São Sebastião do Paraíso que nesta semana completou dois anos, vai ser prorrogada por pelo menos mais seis meses. O novo estatuto da entidade, que havia sido encaminhado em maio, recentemente foi liberado com o devido registro. Segundo o empresário Fernando Alvarenga, que integra a Comissão Interventora, o estatuto tem servido de modelo na página da Federação das Santas Casas. Os seis meses será tempo de eleger nova diretoria e dar continuidade aos trabalhos de administração no hospital que agora está com a saúde financeira quase saneada. Como paciente a Santa Casa, saiu da UTI,.

Positivo
Para quem estava correndo o risco de ter as portas fechadas a situação é bem outra. As dívidas que estavam na casa dos R$ 35 milhões caíram para mais ou menos R$ 22 milhões, e quando se considera que a entidade somente do município, leia-se prefeitura, por volta de R$ 7 milhões a receber, a dívida vem par R$ 15 milhões, que a Comissão Interventora certamente saneará. Os atendimentos foram mantidos, inclusive com novos serviços sendo prestados, tudo com mais eficiência e qualidade. Que os novos gestores que forem eleitos deem continuidade a administração série e responsável que foi adotada neste período, não dando brechas para dilapidação do patrimônio.

Congada
A partir da próxima quarta-feira,26, e durante os próximos dias São Sebastião do Paraíso respira os ares da congada, tradicional festa celebrada há mais de 100 anos no município. Apesar da crise financeira que assola o município o evento está mantido, mesmo com a aplicação de recursos reduzidos, ou valores iguais ao do ano passado, já que a inflação não garante que os preços dos custos do ano passado fossem mantidos. Expectativa para além das apresentações dos grupos locais haverá espaço para exibição de ternos de Congo e Moçambique convidados de São Tomás e Itamogi.

Alerta
Com a chegada do Verão, além do aumento da temperatura, ocorre também a possibilidade de chuvas intensas e prolongadas, enchentes e enxurradas. Esse cenário, sem os cuidados adequados, pode ser propício à proliferação de doenças, como leptospirose, hepatites infecciosas, diarreias agudas, febre tifóide, dengue, chikungunya, zika, doenças dermatológicas e respiratórias infecciosas. Paraíso está na lista entre as 60 cidades de Minas com risco de ter epidemia de dengue. A população precisa ficar atenta com a limpeza dos terrenos e outras providências pois a situação pode se agravar e dar mais trabalho para controlar. O alerta está dado e a luz vermelha está acesa.

Orelha em pé
Declaração feita na segunda-feira (17/12) pelo futuro ministro da Economia no governo Bolsonaro, Paulo Guedes, deixou muita gente de orelha em pé. Ela afirmou que instituições do “Sistema S”, ou seja, Senai, Sesi, Senac, Sesc, Sebrae, Senar, Sest, Sescoop, podem ter suas verbas reduzidas em até 50%. Estas entidades têm recursos alimentados pela contribuição ao governo Federal pelos empregadores. Algo parecido com a contribuição sindical, no caso dos empregados. Guedes fala que a prioridade é reduzir custos e gerar mais empregos no país.

Quem viver ...
Em São Sebastião do Paraíso orelhas estão ainda mais em pé quando se sabe que a Praça de Esportes Castelo Branco foi transferida pelo município, ao Sesc. Anteriormente o Sesc tinha área que, mediante acordo, foi doada para a construção do Câmpus da UFLA. Ficou com a Praça de Esportes, e agora surgiu a pergunta: com recursos ainda mais minguados, o Sesc dará conta de cumprir o que foi acordado com o município. Quem viver, verá. Novamente, “tumara”.