FUTSAL

Meninos de Paraíso, sem apoio são campeões da Copa Futsal de Base FC

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 04-02-2019 09:34 | 3515
Rafael Domingos é o treinador do time dos meninos de Paraíso
Rafael Domingos é o treinador do time dos meninos de Paraíso Foto de Nelson P. Duarte

De maneira despretensiosa, mas voluntária, cheios de garra e determinação dois grupos de adolescentes de São Sebastião do Paraíso, com idades entre 16 e 18 deixaram a cidade para um feito inédito. Foram a Pouso Alegre participar da disputa da Copa Futsal de Base FC, de futebol de salão e terminaram a competição com a conquista de dois títulos de campeão. O estudante de Educação Física, Rafael Domingos é o idealizador do projeto e treinador, contou ao Jornal do Sudoeste como foi este feito e das dificuldades enfrentadas para chegar a esta conquista. "Fazemos tudo isso por amor ao esporte, por gostarmos do que fazemos, não ganhamos nada financeiramente, aliás tiramos do bolso para bancar as despesas de viagem que valeu a pena", conta.  

Rafael, estudante universitário do curso de Educação Física, na Faculdades Claretianas de Batatais diz que já havia disputado a Copa de Futsal, como jogador. "Resolvemos participar, mas não tínhamos por onde começar. O primeiro desafio foi conseguir o transporte e não foi fácil", relata. Sem poder contar com apoio do poder público e nem do setor privado a alternativa foi partir para a terceira via. "Fizemos bingo, vendemos rifa e outras promoções para arrecadarmos o dinheiro", explica Rafael que contou com a ajuda de muita gente entre os amigos e familiares dele e dos jovens atletas de Paraíso. Só a despesa com a locação de um microônibus ficou em torno de R$ 4 mil, custeados por eles.

Depois da batalha para conseguir ir a Pouso Alegre outro desafio era disputar com outras equipes mais estruturadas. No entanto, a garra e a vontade de vencer prevaleceram e os dois times o sub-16 e o sub-18, foram superando os desafios passo a passo a cada jogo. O campeonato reuniu cerca de 40 equipes do interior de Minas Gerais e outras do Estado de São Paulo. "Foi uma competição de nível muito alto, bastante equilibrado o que valoriza muito a nossa conquista", comenta o treinador.

A equipe Sub-16 enfrentou times de Valinhos (SP), Jundiaí (SP) que foram derrotados e empatou com Três Corações. Já o time Sub-18 encarou e venceu Bueno Brandão e Valinhos que foram derrotados e ainda empatou com Jundiaí. "Foram duas finais emocionantes, jogamos contra a torcida e contra todos e saímos vitoriosos, algo nunca imaginado por nenhum destes meninos. E uma conquista que vai entrar para a história da vida deles", comemora o treinador.

Rafael Domingos é um batalhador. Além de trabalhar em uma academia e estudar ele ainda aproveita os tempos de folga para ajudar a garotada. "Eu tenho este sonho de poder fazer algo por estes meninos, mas aqui em Paraíso está tão difícil, pois, não temos apoio para nada. Vejo tanta gente batalhando tentando fazer alguma coisa, igual a nós que nesta competição levamos o nome da nossa cidade, fomos campeões e não temos apoio nenhum de ninguém", lamenta.

Indagado sobre qual a sensação de ter participado com um time de Paraíso e logo de início ter sagrado duas vezes campeão Rafael se diz muito feliz. "É um orgulho muito grande ver o trabalho que a gente faz ser coroado. Muito mais que o título a intenção é poder dar uma chance a estes meninos, colocá-los no caminho certo. Eles são capazes e tem condições de irem muito além", aponta. O treinador lembra que por vezes não havia se quer um lugar para treinar direito. "Muitas vezes não tínhamos condições e nem lugar para treinar", ressalta.

Depois da conquista da Copa Futsal de Base, Rafael já sonha em novas realizações para a garotada. "Queremos continuar, seguir em frente, mas também precisamos de apoio, para ter um local para treinar, ter um horário e apoio necessário principalmente em relação às competições que pretendemos disputar, quem quiser e puder nos ajudar será muito bem vindo, vamos precisar de apoio, de investimento e de oportunidade para continuar representando Paraíso", ressalta.

O treinador diz que a cidade tem um celeiro de talentos que precisa ser melhor aproveitado. "Não é só eu tem muitas outras pessoas que atuam e não é o só o futsal, mas tem o basquete, o vôlei com muitos garotos do com potencial que podem despontar", completa.

Rafael agradeceu o apoio recebido de algumas pessoas. "Tem o pessoal da Associação Atlética Paraisense, a Valéria e o Cambola que nos ajudaram muito com os bingos e as rifas, agradeço aos pais pela confiança e toda ajuda oferecida, o professor Olavo Martins e a turma da Mocoquinha pelo incentivo", acrescenta.

Sobre o reflexo desta conquista pelos meninos Rafael cita que serão sentidos por muito tempo se não pela vida toda. "Eles tem potencial e podem desenvolver, o esporte educa, é saúde, forma o cidadão com reflexos na cultura, na economia. É possível ir além", finaliza o treinador dos meninos campeões de Paraíso.

Meninos comemoram na quadra conquista de campeões em Pouso Alegre