MG 050

Caminhão sofre acquaplanagem e capota na MG-050

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Acidente | 26-02-2019 15:19 | 8565
Motorista disse que teve aquaplanagem antes de perder o controle direcional do caminhão
Motorista disse que teve aquaplanagem antes de perder o controle direcional do caminhão Foto de Vasco Caetano

A Polícia Rodoviária Estadual registrou no início da tarde desta terça-feira,26, um acidente próximo o km 384 da rodovia MG-050. O motorista Rogério da Silva Cândido, de 27 anos, disse que o veículo sofreu uma aquaplanagem o que motivou a perda do controle direcional. O caminhão Hyunday, modelo HR HDB, girou na pista subiu no barranco da pista contrária e capotou. “Graças a Deus não tive nada, foi só o susto”, disse o condutor aliviado.

O acidente chamou a atenção de quem passava pela rodovia devido ao estado em que o caminhão ficou as margens da pista. O motorista Rogério da Silva, que trabalha em uma empresa de vidros em Ribeirão Preto disse que seguia para a Passos onde realizaria um trabalho. “Felizmente está tudo certo, já acionei o seguro e já comuniquei coma a minha empresa”, disse aos policiais rodoviários.

A ocorrência foi atendida por policiais rodoviários e também por duas viaturas do Corpo de Bombeiros, já que pelas informações preliminares havia uma pessoa presa às ferragens do veículo, que era o próprio condutor. Ele informou ao socorrista que não sofreu nenhum arranhão e dispensou a ajuda para receber qualquer tipo de atendimento ou ser levado ao hospital para avaliação medica.

Um dos atendentes ao ver a cena disse ao condutor que ele teve sorte e nasceu de novo, dado aos estragos registrados na cabine do veículo.

O caminhão que Rogério dirigia é um Hyunday, modelo HR HDB, de carga leve, que teve perda total devido ao amassamento da cabine. O condutor confirmou que chovia no momento do acidente e que terminou em capotamento. “Eu estava indo tranquilo, mas teve um pedaço cheio d’água, o caminhão girou na pista, dançou de um lado para o outro, mas quem segura”, indaga. Depois de descontrolado atravessar a pista contrária o veículo subiu em um barranco e tombou ficando com as rodas para cima. Ele seguia do interior paulista para Passos.

Apesar do ocorrido o trânsito fluía normalmente nos dois sentidos da rodovia já que o caminhão ficou tombado às margens da pista. Além do seguradora que foi acionada, uma equipe da Concessionária AB Nascentes das Gerais compareceu ao local para remover o caminhão. Para esta operação o trânsito precisou ser interditado parcialmente por alguns momentos. Com a retirada do veículo a via foi novamente liberada.

Veículo de carga leve ficou com a cabine totalmente destruída devido ao impacto da batida no barranco e capotamento