MUDAS

Sedeagro distribui aos produtores 15 mil mudas de café para replantio

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 23-02-2019 10:16 | 218
Mudas de café distribuídas pela Sedeagro passaram por processo de classificação
Mudas de café distribuídas pela Sedeagro passaram por processo de classificação Foto de Divulgação

Cafeicultores que fizeram inscrições visando receber mudas de café para replantio nas lavouras já estão recebendo o produto. Desde a semana passada a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário passou a emitir as autorizações para as retiradas no viveiro municipal, instalado no Parque da Serrinha. Foram produzidas cerca de 15 mil unidades da planta da espécie Catuai Vermelho 99.

De acordo com o Marco Aurélio Alves de Paula, que é chefe do Departamento de Agricultura, da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, este trabalho destinado a atender as necessidades dos cafeicultores foi iniciado em setembro de 2018. "Fizemos o plantio das mudas no fim do ano passado e desde o dia 15 agora de fevereiro iniciamos a entrega aos produtores", comenta. O repasse é feito aos produtores que fizeram o cadastro de reserva junto a Sedeagro quando foi divulgado o início do plantio das mudas.

Marco Aurélio destaca que o período de plantio das lavouras ocorre normalmente a partir do final de agosto e vai até dezembro. "Normalmente ocorre uma pequena perda após o plantio com alguma muda que apresenta defeito ou mesmo por alguma outra circunstância e ela precisa ser substituída. Isso ocorre neste momento", acrescenta.

Já tivemos cerca de 20 produtores que já retiraram as mudas. "O volume varia conforme a necessidade de cada cafeicultor uns retiram 500 outros mais. Tivemos um produtor que havia solicitado cerca de 1.200 mudas, mas como a demanda foi menor, ele teve a consciência de retirar apenas 300", explica Marco Aurélio.

Ainda conforme informações da Sedeagro as mudas foram encaminhadas anteriormente para análise laboratorial, no Instituto Mineiro de Agropecuária, em Belo Horizonte. De acordo com o laudo o resultado da analise da amostra encaminhada para avaliação apresentou ausência de Meloidogyme SSP, ou seja, sem a presença de organismos microscópicos que podem causar danos na produção agrícola. Os nematoides são organismos que estão presentes no solo e atuam nas raízes das plantas, vulgarmente conhecidos como vermes. "O resultado foi amplamente satisfatório e atesta a qualidade do material que estamos trabalhando", comenta.

Os dados dos cafeicultores cadastrados e beneficiados com as doações de mudas foram registrados na Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário. A partir das informações do produtor, da propriedade e a sua localização será possível os técnicos da Sedeagro fazerem o monitoramento e acompanhamento do desenvolvimento das lavouras. "Vamos continuar prestando esta assistência, orientando e apoiando os produtores de café para que tenhamos o bom desempenho das atividades", completa Marco.

Na época do plantio, o engenheiro agrônomo Eduardo Scarano informou que as mudas plantadas são da espécie Catuai vermelho 99. A espécie foi criada pelo Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e trata-se de uma planta de porte baixo e com resistência susceptível a ferrugem. Os frutos são vermelhos, tamanho médio e possui características de maturação tardia. Ele salientou na época que as sementes foram tratadas e o cultivo obedece a critérios técnicos. Foram produzidas cerca de 15 mil mudas de café voltadas para esta finalidade.