GILBERTO AMARAL

Congresso

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 03-04-2019 14:11 | 2986
Congresso Nacional com a placa
Congresso Nacional com a placa Foto de Reprodução

Congresso
Com a pressão da sociedade brasileira e a renovação parlamentar nas eleições de 2018, esperava-se uma mudança moral e ética no Congresso que se transformou, nos últimos anos, numa casa de imoralidade, onde deputados e senadores esnobam salários milionários e facilidades de corrupção.

Farristas
Não mudou nada. É revoltante ver um parlamentar ganhar salário de R$ 34 mil e ainda ter gordas mordomias, como adicionais denominados verbas de gabinete, R$ 112 mil para deputados e 82 mil para senadores, além de auxílio-moradia ou apartamentos funcionais e passagens aéreas entre seus estados e Brasília.

Inaceitável
É um descalabro. O sujeito é eleito, sabe que vem morar em Brasília, mas é agraciado com passagens aéreas e apartamentos funcionais pagos pelo povo, quando deveriam pagar esses custos do próprio bolso como acontece com qualquer cidadão comum que passa num concurso ou arranja emprego na capital do país.

Imoralidade
E ainda tem a imoralidade das aposentadorias parlamentares. O teto da aposentadoria do cidadão comum é R$ 5.839. Sabe qual é o teto para os parlamentares: R$ 39 mil. Pode um abuso desse num país em que os aposentados do regime geral, em sua maioria, ganham salário mínimo e vivem passando fome?

Cabaré
Resultado dessa esculhambação: O Congresso brasileiro é o mais caro do mundo. Só o Senado custa por ano 4,5 bilhões. Só existem duas soluções: ou os eleitos serão apenas voluntários (cidadãos decentes e honestos) sem salários ou se fecha o Congresso. Do jeito que está é um cabaré, vergonha nacional.

Erika Verzutti
Pela primeira vez na França e na Europa, a artista plástica paulistana, tem exposição no renomado Centre Pompidou. A mostra individual ficará em cartaz até o dia 15 de abril com esculturas híbridas (em bronze, cerâmica, cimento e papel machê) e sensuais como o Neo Rex (foto).
Foto: © Eduardo Ortega

Prowein
No final de março, teve lugar em Dusseldorf, na Alemanha, uma das maiores feiras mundiais dedicada ao setor dos vinhos. O Brasil esteve presente com cerca de 10 vinícolas que apostaram nos seus vinhos espumantes. As espumas brasileiras são reconhecidas pela crítica mundial especializada e só no último ano receberam mais de 200 medalhas.

Vinho e chocolate
La Brigaderie de Paris, da cheffe Marina Stroh Ibri ganhou o rótulo do Ministério da Economia francês para o evento Le Goût de France. A cheffe brasileira falou sobre o mundo do cacau e do chocolate aos parisienses durante o evento. E o seu trabalho continua com ateliê Vinho-Cacau, dia 12, ao qual fui convidada para falar sobre a harmonização vinho-chocolate.

Baile da Rose
Foi um grande sucesso a 65ª edição do Baile da Rose, que movimentou no último sábado, a Salle Des Etoiles, Sporting Monte-Carlo, em Mônaco. O elegante evento beneficiou a Fundação Princesa Grace e contou com o design do falecido Karl Lagerfeld.