SANTA CASA

Arantes e interventor dizem ao secretário de Saúde de MG que Santa Casa está sufocada

Santa Casa solicita ao secretário o pagamento de R$ 9,3 milhões de débitos do Estado com a instituição
Por: Redação | Categoria: Política | 06-04-2019 17:13 | 229
Foto de Reprodução

O deputado Antonio Carlos Arantes se reuniu nesta quarta-feira (3/4) com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva. Estava acompanhado pelo interventor da Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso, Adriano Rosa do Nascimento e o coordenador comercial Guilherme Machado. Na reunião a equipe apresentou a Santa Casa, o Hospital do Coração e a abrangência de seus atendimentos. Foi discutida a revisão do Plano Diretor de Regionalização da Saúde (PDR), credenciamentos e o pagamento dos débitos do Estado com o hospital.

"Estamos sendo sufocados pelo governo do Estado, devido à gestão desastrosa do ex-governador, e se não houver uma solução rápida nos próximos meses infelizmente alguns serviços serão gravemente prejudicados, por exemplo, a Casa da Gestante, que desenvolve um trabalho belíssimo com as mães que têm seus bebês internados e não tem onde ficar. Somente para a Casa da Gestante o Governo do Estado deve exatamente R$ 678.712, 12, valor expressivo,  e infelizmente devido a esse débito poderá ser fechada"", explicou ao secretário de Saúde, Adriano Rosa do Nascimento.

O interventor explicou ao secretário Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva que hoje o débito do governo do Estado para com a Santa Casa é de R$9.387.020,36, uma herança do ex-governador Fernando Pimentel. Enfatizou que hoje ele tem esperança de recebimento, por constatar que o atual governo tem bons gestores e que pensa no bem da população mineira.

O deputado Arantes relatou a importância da Santa Casa de São Sebastião do Paraíso e do Hospital Regional do Coração. "Temos na região hospitais muito importantes, por exemplo, o Hospital Regional do Câncer de Passos. Mas quando se fala de atendimento cardíaco a referência é o Hospital Regional do Coração de Paraíso. A Santa Casa vem há anos sendo referência e salvando vidas de pacientes recebidos de todo o Estado. Temos que valorizar, apoiar e ajudar esse trabalho de excelência realizado", disse Arantes que cobrou do Governo do Estado uma ação imediata no sentido de ser quitada a dívida com a entidade.

"Reconheço a importância da Santa Casa de São Sebastião do Paraíso. Nosso governo tem o compromisso com a população. Todas as demandas do hospital são justas e vamos trabalhar para atendê-las", disse o secretário Carlos Eduardo.

O secretário de Saúde e sua equipe, integrada por Marcilio Dias Magalhães - subsecretário de Políticas e Ações de Saúde, Nicodemus de Arimathea e Silva Junior - subsecretário de Regulação em Saúde e Darlan Venâncio Thomaz Pereira - subsecretário de Gestão Regional, se mostraram dispostos a atender a Santa Casa.

Adriano Rosa do Nascimento disse que Antonio Carlos Arantes é amigo da Santa Casa. "Vem sendo nossa voz no Estado, e nos ajudado em todas as questões, inclusive com recursos, como os R$ 400 mil que o deputado acabou de indicar para a Santa Casa".

PRESIDENTE DO IPSEMG
O deputado Antonio Carlos Arantes e o interventor da Santa Casa, Adriano Rosa do Nascimento também se reuniram com o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG), Marcus Vinícius de Souza.

Foi solicitado a revisão do teto atual de atendimento de conveniados  a negociação da tabela dos serviços e proposto convênio para que a Santa Casa seja referência em cardiologia para o IPSEMG. O interventor Adriano Rosa solicitou ainda a quitação do débito do Instituto com a Santa Casa, na ordem de R$ 715.107,04.

O presidente, ao receber as demandas da Santa Casa, fez uma breve explanação da situação em que se encontra o IPSEMG, assim como todo Estado, com grandes dificuldades financeiras, mas se comprometeu, com o deputado Arantes e com o interventor da Santa Casa, de criar um planejamento para o pagamento da dívida e para o possível atendimento dos pedidos do hospital.
(Bruno Lemos)