REDE SEGURANÇA

Forças de segurança criam rede contra explosão em caixa eletrônico de banco

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Polícia | 14-04-2019 09:13 | 780
Última ação com explosão de caixa eletrônico em  banco da cidade ocorreu há quase dois anos em Paraíso
Última ação com explosão de caixa eletrônico em banco da cidade ocorreu há quase dois anos em Paraíso Foto de Nelson P. Duarte

Representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) com as forças de segurança dos municípios do Sul de Minas estão reunidos de terça, até a próxima quinta-feira,11, em Poços de Caldas. O encontro servirá para a criação de redes locais de monitoramento e combate a explosões de caixas eletrônicos nos municípios.

Em São Sebastião do Paraíso a última ocorrência relacionada a este tipo de crime foi registrada há quase dois anos quando uma agência no centro da cidade foi alvo dos bandidos. Na época após o ocorrido foram realizadas várias reuniões, mas não se chegou a um consenso sobre as medidas a serem adotadas para reforçar a segurança dos bancos e estabelecimentos com caixas eletrônicos.

Além de Poços de Caldas que abriga uma das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) considerado um dos núcleos do setor para a região, Sul de Minas e que abrange Paraíso, reuniões semelhantes ocorrem em Pouso Alegre e Lavras. A intenção da Sesp é de formar um grupo em cada cidade, com nomes pré-definidos de profissionais que ficarão responsáveis por realizar um trabalho específico e voltado para o acompanhamento, prevenção e apuração de explosões de caixas eletrônicos. Esses atores terão a missão de ampliar o compartilhamento de informações sobre o crime entre as instituições e formular ações coordenadas com todo o Estado.

O grupo de coordenação da Sesp tem forte atuação na área de inteligência, fazendo o mapeamento do modus operandi dos criminosos e a identificação de quadrilhas. De forma integrada, as apurações da inteligência se transformam em operações repressivas e preventivas.

Ainda no ano passado o próprio Governo do Estado havia anunciado a aquisição de veículos blindados que seriam distribuídos para várias cidades do interior. A medida chegou a ser apontada como uma nova estratégia para combater as quadrilhas que tiram o sono das cidades do interior de Minas. Na oportunidade foi anunciada a compra de 20 veículos, sendo que um deles atenderia a região de Poços de Caldas, onde foram feitos testes experimentais do utilitário.  

Em São Sebastião do Paraíso o último ataque a agência bancária e caixa eletrônico foi registrado em junho de 2017. Bandidos fortemente armados explodiram os caixas da agência do Banco Mercantil e fugiram rumo ao interior do Estado de São Paulo.

A ação além de danificar o banco, ainda causou destruição em um escritório de advocacia que fica no andar superior a agência. A agência ficou fechada por mais de dois meses, sendo o atendimento realizado emergencialmente em um container.

Na ocasião, representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Municipal de Segurança Pública, gerentes de bancos e outros membros da comunidade reuniram-se com o prefeito em busca de alternativas para reforçar a segurança na região central da cidade.

Foram realizados ao menos dois encontros com apresentações de ideias e sugestões. Apesar da preocupação de início, nenhuma medida prática como aumento de câmeras de vigilância e monitoramento entre outras ações, foram colocadas em prática.