BALANÇA

AB Nascentes das Gerais diz que balança foi verificada por Inmetro no início do mês

Por: João Oliveira | Categoria: Transporte | 12-04-2019 15:25 | 253
Foto de Reprodução

Após polêmica envolvendo a pesagem de veículos a balança do Posto Geral de Fiscalização (PGF) do KM 400 da MG-050, em São Sebastião do Paraíso, a concessionária responsável pela manutenção da rodovia, AB Nascentes das Gerais, se manifestou alegando que balança “foi aferida pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), no último dia 2 de abril e a validade da verificação é de 12 meses”.

De acordo com empresa, as duas balanças da MG-050, sendo a segunda situada KM 109, foram aferidas por órgão nacional de verificação de qualidade, dentro de normas e parâmetros técnicos que possibilitam resultados precisos no processo de pesagem. “As balanças garantem as boas condições do tráfego, considerando que excessos de pesos geram riscos de acidentes e a preservação das rodovias que constituem a malha viária”, informou em nota.

Desde a manhã de quinta-feira (11/4), condutores alegam que estão sendo prejudicados pela pesagem na balança em São Sebastião do Paraíso. No final na tarde de quarta-feira (10/4), um ônibus de estudantes foi multado após balança acusar “excesso de carga” (matéria nesta edição). A situação, que começou a gerar revolta entre motorista, que alegam inclusive terem passado por outras balanças e não terem enfrentado problemas, gerou confusão e protestos na tarde de quinta-feira. Condutores fizeram “buzinasso” e alunos chegaram a descer do ônibus para que o veículo realizasse a pesagem.

A AB Nascentes das Gerais não explicou a ausência de um agente de fiscalização do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais – DEER/MG, já que, segundo o presidente da Associação dos Transportadores de Passageiros de Pratápolis e Médio Rio Grande (ATPP) e da Associação Cultural e Educacional Paraisense (Acep), Anderson Martins Vieira, os próprios funcionários da empresa estariam lavrando multas e encaminhando posteriormente para o DEER/MG.

A AB Nascentes das Gerais orientou a reportagem do Jornal do Sudoeste a entrar em contado com o DEER/MG para ter esclarecimentos no que se refere as multas.