DENGUE

Município terá recurso extra do Estado para combate a dengue

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 27-04-2019 04:16 | 175
Município terá recurso extra do Estado para combate a dengue
Município terá recurso extra do Estado para combate a dengue Foto de Roberto Nogueira

O Município de São Sebastião do Paraíso receberá do Governo do Estado um repasse de R$ 70 mil para reforçar as ações de combate a dengue. A medida foi anunciada na quarta-feira, 24, considerada como uma das formas adotadas para conter o avanço dos casos de dengue no Estado o investimento ultrapassa a casa dos R$ 4 milhões e que beneficiará outras 92 cidades mineiras. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES) Minas Gerais já havia registrado até o último balanço divulgado no início da semana 140.754 casos prováveis (de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

O governador Romeu Zema decretou Situação de Emergência em Saúde Pública nos municípios de abrangência das Macrorregiões de Saúde Centro, Noroeste, Norte, Oeste, Triângulo do Norte e Triângulo do Sul do Estado. A partir dessa ação, que foi publicada, dia 24 no Diário Oficial Minas Gerais, será possível mobilizar recursos de forma mais ágil para enfrentamento do Aedes aegypti e estruturação de serviços de atendimento às pessoas infectadas pelo vírus causador da doença. A Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) destinou R$ 4,180 milhões, após aprovação da Resolução SES/MG Nº 6.697, de 2 de Abril de 2019, na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Neste primeiro momento, 93 prefeituras receberão recursos para reforço de despesas com pessoal, como contratação de agentes de controle de endemias e capacitações para profissionais na assistência hospitalar, e custeio e manutenção de atividades, como confecção e reprodução de material gráfico informativo, aquisição de material de apoio para ações de mobilização e mutirões de limpeza de áreas prioritárias. Tendo em vista a escassez de recursos financeiros para destinar verbas a todas as prefeituras, a SES-MG adotou como estratégia a destinação de recursos para os municípios com alta incidência de dengue, para que assim possa ser evitada a ocorrência de óbitos.

Desta forma, a cada 15 dias, até o dia 30 de junho de 2019, de acordo com a divulgação do Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, os municípios com alta incidência irão contar com incentivo financeiro complementar, por meio de resolução específica. A próxima resolução prevista deverá contemplar 46 municípios, no montante de R$ 1.880.000,00.

Além dessas medidas emergenciais para conter o avanço da doença, desde janeiro, a SES-MG vem enviando Força-tarefa, composta por agentes da Saúde Estadual e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a 10 municípios com alta incidência de pessoas com dengue e alta infestação pelo mosquito. A ação envolve diferentes áreas da SES-MG, como Assistência, Vigilância Epidemiológica, Controle Vetorial e conta com reforço dos agentes de controle de endemias municipais. Minas Gerais registrou, até o momento, 140. 754 casos prováveis de dengue. Em 2019, até o momento, foram confirmados 14 óbitos por dengue em sete cidades do interior mineiro e ainda há outras 57 situações de óbitos em investigação.

 

Cidades em alerta

 

Embora não estejam nas regiões onde foi decretado estado de emergência pelo Governo de Minas cinco cidades da região serão contempladas com os recursos extras para reforçar as ações de combate à dengue. Além de São Sebastião do Paraíso, os municípios de Fortaleza de Minas, São Tomás de Aquino, Cássia e Passos também foram beneficiadas e receberão os recursos devido a grande incidência de ocorrência de dengue e situações suspeitas nestas localidades.

Ao todo estas cidades juntas terão um aporte de R$ 330 mil. Fortaleza de Minas, São Tomás de Aquino e Cássia que possuem ate R$ 25 mil habitantes receberão cada a quantia de R$ 20 mil. São Sebastião do Paraíso que está na faixa dos municípios com até 100 mil habitantes terá o aporte de R$ 70 mil. Em Passos, classificada entre as localidades com mais de 100 mil habitantes o repasse destinado será de R$ 200 mil.

Em Paraíso desde fevereiro que o Governo de Minas vem intensificando as ações de combate ao mosquito da dengue em conjunto com a Prefeitura, utilizando dois veículos de fumacê que têm percorrido toda a cidade. As ocorrências que estavam em alta até o final de março registraram uma pequena redução no início de abril. No entanto, a volta das chuvas e as ondas de calor das últimas semanas voltaram a preocupar as autoridades sanitárias já que as condições climáticas estão favoráveis a proliferação do mosquito aedes aegypti.

No último Boletim Epidemiológico divulgado pela SES no início desta semana foi informado que Minas Gerais havia registrado até o dia 22 de abril 140.754 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue. Também neste ano, até o momento, foram confirmados 14 óbitos por dengue e ainda há outros 57 óbitos em investigação para dengue. Vale ressaltar que os óbitos em questão foram notificados ao longo de 2019 e não são, necessariamente, óbitos recentes.

Em Paraíso já foram contabilizadas 1.643 notificações neste ano e 294 casos confirmados. Passos lidera os casos de pessoas infectadas no período totalizando este ano 2.133 notificações e soma 287 desde o início do mês. Nas cidades menores São Tomás contabiliza em 2019 196 notificações sendo 31 notificações nos últimos dias; Cássia totaliza 118 no ano e 13 desde o início do mês. Fortaleza de Minas têm 71 situações no ano e 10 nas últimas semanas.

Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, Quanto aos casos confirmados em São Sebastião do Paraíso a informação é da Vigilância em Saúde.