LIMPEZA TERRENO

Vamos dar crédito à reunião, esperando o entendimento entre prefeito e vereadores

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 11-05-2019 12:22 | 928
Terreno sujo de mato e detritos que fica localizado na Rua Artur Pires de Moraes entre as casas residenciais de números 67 e 81, está incomodando oferecendo riscos na Saúde dos moradores da Vila Muschioni
Terreno sujo de mato e detritos que fica localizado na Rua Artur Pires de Moraes entre as casas residenciais de números 67 e 81, está incomodando oferecendo riscos na Saúde dos moradores da Vila Muschioni Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

Tomara que se entendam, de verdade, o chefe do poder Executivo de São Sebastião do Paraíso, prefeito Walker Américo de Oliveira, com o presidente da Câmara Municipal, vereador Lisandro José Monteiro, bem como demais vereadores e secretários, que espera-se ver reunidos meados. Era para a próxima semana, mas foi adiada.

A população paraisense quer, de verdade, que Paraíso volte a prosperar, porque na realidade e na atualidade o município desta pujante e uma das maiores cidades do Sudoeste Mineiro, está estagnado.

O paraisense quer serviços básicos, o chamado arroz com feijão, sendo feito como deve ser, com eficiência e qualidade, principalmente os de infraestrutura e saneamento básico, ou seja, limpeza pública, tapa-buracos, construção de parques e jardins, conservação de estradas rurais.

Também é de fundamental importância o poder público exigir urgentemente do proprietário do Loteamento Rural Recanto Feliz, seja colocada energia elétrica para moradores daquele chacreamento, que, em certos casos estão há mais de doze anos à espera, um absurdo.

Outra necessidade é determinar que proprietários de lotes na área urbana efetuem a limpeza em seus imóveis que estão sujos de matos e detritos, pois, se jaó estão podem se transformar em criadouros de mosquitos transmissores de doenças. É preciso que fiscais percorram a cidade, centro e bairros, verificar terrenos sujos e dar prazo de no máximo 15 dias para que efetuem a limpeza. Não obedecendo, a prefeitura efetua a limpeza e manda a conta do serviço feito para o proprietário.

Necessário também manter em dia a folha de pagamento de funcionários e prestadores de serviço em dia.

Quanto a terrenos sujos no perímetro urbano, citamos alguns: na rua Arthur Pires de Morais, Vila Muschioni há terreno vago cheio de mato e detritos, localizado entre as residências de número 67 e 81. Também faz fundo com o referido terreno a casa de número 72 na rua Benedito Andrade, onde a moradora já foi vítima de dengue por duas vezes, sua filha picada por aranha, e seu cachorro morreu por ter sido picado por escorpião.

Na avenida Delfim Moreira, área central da cidade, existe terreno vago que virou matagal, tem detritos, insetos e animais peçonhentos, e já se cansou de pedir providências para que a limpeza seja feita.

O Córrego Coolapa está repleto de matos e até árvores estão nascendo e crescendo no leito da canalização, isto há anos e até a conclusão desta edição, nenhuma providência havia sido tomada por parte do poder público.

Também causa preocupação a falta de espaço para a construção de novos túmulos no Cemitério da Saudade, a falta de hemocentro e médico legista em São Sebastião do Paraíso.

Outra reclamação feita frequentemente e de nada tem adiantado, se refere às inúmeras carcaças de carros abandonados em várias vias públicas.

Em redes sociais o prefeito prometeu que vai tomar devidas providências e deixar a cidade limpa, arrumadinha. Sendo cumprida a promessa, teremos o prazer em acompanhar e divulgar.

Vamos dar crédito à reunião, que espera-se, venha ser realizada entre ele, vereadores, vice-prefeita e secretários.