MULHERES NA AGRICULTURA

1.º Encontro de Mulheres Cafeicultoras Peneira Alta

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Agricultura | 11-05-2019 21:24 | 1001
O empresário Fernando Montans Alvarenga
O empresário Fernando Montans Alvarenga Foto de Nelson P. Duarte

Mulheres estão cada vez mais atuantes no agronegócio. “Sempre tiveram grande importância e estão se destacando cada vez mais como empreendedoras na cafeicultura, turismo rural, bem como em outros setores”.

A afirmativa é do empresário Fernando Montans Alvarenga, diretor do  Armazéns Gerais Peneira Alta, de São Sebastião do Paraíso, ao referir-se ao evento 1.º Encontro de Mulheres Cafeicultoras Peneira Alta, realizado em abril.

O encontro reuniu grande número de participantes no auditório da empresa.. “Mostrou a força da mulher na cafeicultura, e nosso objetivo foi valorizar essas iniciativas, o reconhecimento à força da mulher e a importância que sempre tiveram neste setor,” disse Fernando.

O amplo auditório conforme explica o diretor do Peneira Alta, é um espaço voltado para a divulgação, entretenimento, troca de experiências que é disponibilizado também como suporte aos clientes da empresa que iniciou suas atividades em 2002, e tem crescido a olhos vistos.

Na abertura Fernando Alvarenga fez uma síntese da história do Armazéns Gerais Peneira Alta. Lembrou que após formar-se em 2001 retornou a São Sebastião do Paraíso, época em que se iniciava no mundo a busca por cafés especiais, de origem. Foi quando ele propôs a seu pai, Geraldo Alvarenga Resende Filho a criação de empresa voltada para este segmento, da cafeicultura moderna, e surgiu o Armazéns Gerais Peneira Alta. 

Foram realizadas três palestras, a primeira com Juliana Paulino da Costa Mello, advogada e cafeicultora que falou sobre exportação. A engenheira agrônoma Lívia Colombarolli expôs sobre sustentabilidade. Encerrando o evento, João Bernardo de Medeiros Neto, comercializador no Armazéns Gerais Peneira Alta falou sobre a busca pela qualidade do café.

CUIDADOS NECESSÁRIOS
No encerramento do evento, João Bernardo de Medeiros Neto, do setor de Controle de Qualidade do Armazéns Gerais Peneira Alta disse da atenção e cuidado que o produtor deve ter na busca pela qualidade do café, “principalmente nesse momento difícil pelo qual passa a cafeicultura, e se deve baixar custos, para sobreviver”.

De forma objetiva passei para as mulheres cafeicultoras, sobre a qualidade dos grãos, o que pode ser feito para dar continuidade do que é feito nas lavouras, e o que podemos colaborar, na fazenda, no processo de secagem do café. As mulheres estão em evidência como cafeicultoras, e a Peneira Alta lhes oferece apoio na busca contínua pela qualidade”, afirmou.

João Medeiros salienta que na cafeicultura existem cuidados que devem ser tomados para que não seja prejudicada a qualidade intrínseca dos grãos. “Falei sobre a importância de se cuidar dessa fruta, de modo a serem mantidas características e nuances positivas que o café oferece. São cuidados a ser tomados na propriedade, de vez que o armazém é uma ponta da cadeia produtiva, simplesmente mantém as características do produto recebido, enfatizou.

João Medeiros disse que há 17 anos está no Armazéns Gerais Peneira Alta, que sempre apoiou eventos relacionados à cafeicultura. Ficamos felizes pelo fato do auditório ser inaugurado com o 1.º Encontro de Mulheres Cafeicultoras, concluiu.

João Bernardo de Medeiros Neto, do setor de  Controle de Qualidade do Armazéns Gerais Peneira Alta