CURTAS EDIÇÃO 2303

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 19-05-2019 09:50 | 398
Foto de Reprodução

Silêncio
Até na sexta-feira,17, não se ouviu de autoridades do município, nem de prefeito, nem dos deputados que representam a cidade qualquer manifestação referente a situação da contratação de médico legista, seja pelo Estado ou Município. A medida juntamente com o funcionamento do Instituto Médico Legal acabaria com o problema que as famílias, principalmente das vítimas de acidentes e outras situações que exigem estes exames vêm enfrentando. Não é por falta de viagens a Belo Horizonte e nem por falta de agenda com o governador, que alguns políticos se dizem próximos, aliados e parceiros.

Visita
Na quinta-feira,16, esteve em Paraíso o reitor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), professor José Roberto Soares Scolforo. Juntamente com o presidente do SEBRAE, Carlos Melles, o reitor vistoriou as obras de implantação do Câmpus Paraíso, que possui investimento de R$ 32 milhões. Os recursos já estão assegurados junto ao Ministério da Educação através do apoio do então deputado federal Carlos Melles. De acordo com o projeto são nove grandes obras em andamento. O cronograma segue dentro do ritmo previsto e em pouco tempo Paraíso e a região ganharão sua universidade federal.

Pelo ENEM
Em entrevista ao Jornal do Sudoeste, Professor Scolforo explicou que a porta de entrada para a universidade em Paraíso será o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e interessados terão que prestar o ENEM se quiserem concorrer às 180 vagas ofertadas inicialmente, entre os cursos de bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT), Engenharia Industrial, Engenharia de Software, Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica.

Convergência
Nesta semana o prefeito Walker Américo, e o presidente da Câmara, Lisandro Monteiro, ouvidos pelo Jornal do Sudoeste entraram em linha de convergência. Ambos são favoráveis a proposta em discussão no Congresso Nacional de unificar as eleições em 2022, quando se propõe haver eleições para todos os cargos passando de presidente, vice, senador, deputado federal, governador, deputado estadual, prefeito e vereadores. A economia estimada com a redução de uma eleição é estimada em R$ 4 bilhões, um valor significativo. Uma das propostas para que isso ocorra seria a prorrogação dos atuais mandatos, para possibilitar a sincronia do próximo pleito, ou seja, os atuais governantes e legisladores municipais ganhariam mais dois anos no cargo.

Licenciamento
Boa nova anunciada nesta semana é a autorização para que o Município possa emitir o licenciamento ambiental, que a bem da verdade era aguardada há longo tempo. Tomara que de fato, funcione como se anuncia e que os benefícios possam ser sentidos de parte a parte, tanto de quem necessita da documentação como pelo Município que ficará com os recursos da prestação deste serviço. Expectativa que certamente se resultará em outros fitos positivos para o setor de meio ambiente onde existem vários projetos a serem executados e que aguardam a disponibilidade de recursos para serem colocados em prática. 

Elogios
Repercutiu muito bem o evento promovido pela ACISSP – na véspera do Dia das Mães na Praça Comendador José Honório, quando houve apresentações artísticas iniciadas por volta das 9 horas e se estendeu pela tarde. A praça esteve movimentada e vieram elogios pela iniciativa.

Sem aumento
O governo de Minas Gerais não prevê reajuste de salários dos servidores estaduais para 2020. É o que ficou demonstrado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2020) encaminhada à Assembleia Legislativa. Também não consta  revisão de pagamento para o quinto dia útil, que desde os tempos de Fernando Pimentel, vem sendo escalonado. Segundo afirma-se o déficit no orçamento para o próximo ano será de R$ 11 bilhões e 300 milhões.

Eventos
Neste sábado a partir das 14 horas na Libertas Faculdade Integradas, de São Sebastião do Paraíso acontece a I Jornada de Feridas: Lesão por Pressão e Tratamento com Curativos Especiais. Também na mesma instituição ocorre a palestra “Você é tão Bonita”, com a psicanalista Denise Lopes Rosada. Ela é membro efetiva da Sociedade Brasileira de Psiquiatria de Ribeirão Preto (SBPRP) e atua na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Será emitido certificado aos participantes.  Uma pedida interessante para quem se interessa e está em busca de aprendizado e oportunidade de novos conhecimentos na área.

Vacinação
Minas Gerais ainda precisa vacinar cerca de 2,3 milhões de pessoas do total do público elegível, para atingir a meta de 90% na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A cobertura vacinal no estado está em 64,85%, ou seja, 3.682.815 doses foram aplicadas. Crianças e gestantes, historicamente, são os públicos que menos procuram a vacina. Nesses grupos a cobertura atual é de 60%. Em São Sebastião do Paraíso a situação não é diferente. A procura está abaixo da expectativa e algumas ações de mobilizam estão sendo estudadas para que se possa atingir as metas estabelecidas.