600 MIL

Remanejamento de R$ 600 mil poderá atender pedido de vereador para asfalto

Por: Redação | Categoria: Cidades | 25-05-2019 11:17 | 170
Programa de pavimentação de ruas foi iniciado ainda em 2017,  teve continuidade no ano seguinte e depois ficou paralisado
Programa de pavimentação de ruas foi iniciado ainda em 2017, teve continuidade no ano seguinte e depois ficou paralisado Foto de Arquivo

O prefeito Walker Américo encaminhou à Câmara Municipal projeto de lei reivindicando a abertura de crédito adicional especial, desta vez no valor de R$ 600 mil. A verba conforme justificativa do Executivo visa custear obras de recapeamento de ruas e avenidas.

De acordo com o projeto apresentado pela Prefeitura o remanejamento alcança o valor de R$ 600.261,54. A verba deverá ser aplicada na execução de obras de recapeamento asfáltico na Avenida Central (Bairro Jardim Planalto), Rua Evaristo Malaguti (Vila Formosa), Rua Café Filho, Alça de Ligação e Rua Epitácio Pessoa (Jardim Coolapa). Estas vias integram uma relação de dezenas de ruas e avenidas de toda a cidade que estão com a data de vida útil vencida e necessitam de urgentes reparos.

O projeto deu entrada na Câmara na sessão do dia 20. Os créditos adicionais especiais dependem de autorização legislativa e se destinam a despesas não incluídas no orçamento municipal.

Segundo a justificativa do prefeito a proposta visa a garantia da execução das obras conforme Contrato de Repasse celebrado entre a União Federal, por intermédio do Ministério das Cidades, e o Município de São Sebastião do Paraíso. Segundo ele, serão utilizados recursos provenientes de excesso de arrecadação decorrente de convênios firmados com outros entes públicos, não relacionados a saúde, educação, nem assistência social.

O prefeito Walker Américo Oliveira justificou o pedido ao argumentar que a própria população vem sofrendo muito com o mau estado de conservação das vias. "Vistas ao estágio de envelhecimento e oxidação do pavimento existente, os moradores do Município e demais usuários vêm sofrendo no período chuvoso, com ruas e avenidas esburacadas e mal conservadas, dificultando o ir e vir dos munícipes", aponta. Ele reconhece que a situação é crítica e aponta inclusive prejuízos materiais e financeiros dos motoristas que trafegam pela cidade.