30 ANOS

Eletrolu comemora 30 anos em Paraíso

Por: João Oliveira | Categoria: Entretenimento | 10-06-2019 10:07 | 1243
Foto de Tiel

A Eletrolu, empresa especializada no ramo de materiais elétricos e iluminação, completa 30 anos em São Sebastião do Paraíso. Fundada pelo empresário Jeferson Barbosa, hoje está nas mãos de seus filhos, Flávio, Luciana e Denise Barbosa, que juntos tem trabalhado para oferecer o que há de melhor em produtos e atendimento. A empresa, que nasceu em 1989 na Angelo Calafiori e há 12 anos funciona na avenida Wenceslau Braz, tem planos para crescer e expandir.

"2019 é um ano importante para nós. Completamos 30 anos de mercado em Paraíso com a Eletrolu, e 10 anos em Passos com a Espaço da Luz. Para 2020, estamos planejando a abertura de uma terceira empresa na região", anuncia Flávio Barbosa. Segundo o jovem empresário, apesar do país viver momentos de dificuldade, a empresa está em um bom momento.

"Estamos em um bom cenário. Temos uma boa carta de clientes, que em sua maioria, são clientes fiéis que conquistamos graças ao bom atendimento, preços competitivos e produtos de qualidade que ofertamos. O índice de satisfação de nossos clientes é muito alto, por isso, dificilmente alguém vem aqui e compra somente uma vez", conta.

Conforme salienta seu fundador, Jeferson Barbosa, a empresa nasceu na Ângelo Calafiori em 1989, próximo a padaria Estrela, onde ficou algum tempo e depois foi para a Praça da Abadia, onde funcionou até 2007, quando se mudou pela terceira vez e passou a ocupar o endereço atual. "Começamos nesse ramo e no início pensávamos em atuar somente no atacado, mas partimos para o varejo. Tem dado certo", ressalta.

O empresário também decidiu abrir uma filial em Passos, a Espaço da luz, que também comemora 10 anos. "Aqui o mercado já estava um pouco saturado e decidimos ampliar, foi quando transferi o controle da Eletrolu para meus filhos e passei a administrar em Passos, onde trabalhamos somente com iluminação", conta.

Para Jeferson, 30 anos de atividades, é muito significativo, lembrando que o início não foi fácil. "É com muita alegria, satisfação e orgulho que vejo essa celebração. Eu não era do ramo, embora tivesse certa experiência no comércio.

Na época o ramo de iluminação tinha boas perspectivas, já que os paraisenses viajavam muito para adquirir esses materiais. Decidimos fundar a empresa e encarar esse desafio, e continuamos crescendo", completa.