PROVIDÊNCIAS

Consumidor paraisense pede e aguarda providências dos órgãos de proteção

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Comércio | 15-06-2019 11:25 | 2653
Consumidor Paraisense aproveitou a viagem e abasteceu seu carro flex , pagando R$3,88.9 no litro da Gasolina , no Posto Stratus  em Guarulhos-SP
Consumidor Paraisense aproveitou a viagem e abasteceu seu carro flex , pagando R$3,88.9 no litro da Gasolina , no Posto Stratus em Guarulhos-SP Foto de Reprodução

Atentos e indignados, um incontável número de consumidores mineiros, dentre eles os paraisenses, aproveitam oportunidades quando estão em viagem e abastecem seus veículos em municípios paulistas, os mais próximos da divisa com Minas Gerais, e até mesmo mais distante.

Nesta semana um profissional paraisense que foi à Guarulhos, na região da grande São Paulo, abasteceu seu carro flex paghando pelo litro de gasolina R$ 3,889 e etanol a R$ 2,299.

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau anunciou que irá a Brasília atendendo reclamações de consumidores de seu município, indignados com os valores dos preços de combustíveis, naquela cidade do Triângulo Mineiro.

Vale lembrar que o litro de gasolina é comercializado por R$ 4,659 e o etanol R$ 2,849 em Uberaba, inferior em menos de R$ 0,20 dos preços praticados em São Sebastião do Paraíso.

Paulo Piau explicou que uma avalanche de consumidores de Uberaba têm abastecido em cidades paulistas, como Igarapava e Aramina, onde encontram preços inferiores.

O prefeito de Uberaba está de parabéns ao dispor-se ir a Brasília discutir com autoridades sobre preços de combustíveis em Minas em relação ao Estado de São Paulo. E, em Paraíso paga-se mais caro R$ 0,20 pelo litro de gasolina e, em média R$ 0,15 pelo etanol.

Outro detalhe que intriga o consumidor é que a Petrobras reduziu em 7,1% o preço do litro de gasolina, e em Paraíso a redução foi de apenas R$ 0,10, quando acompanhando o desconto da Petrobras teria que ser R$ 0,30. Além disso a Petrobras também anunciou redução de 6% no preço do diesel e a maioria dos postos em Paraíso não repassou nenhum desconto.

Não temos conhecimento que nenhuma autoridade responsável pela defesa do consumidor em São Sebastião do Paraíso tenha tomado providências neste sentido, ou ao menos se manifestado, seja no Executivo ou Legislativo municipal, Ministério Público ou Procon Municipal.

O consumidor em Paraíso aguarda providências.