CURTAS EDIÇÃO 2313

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 19-06-2019 15:22 | 527
Foto de Reprodução

Mais um
Mais um impasse envolvendo Prefeitura, Câmara e Ministério Público movimenta os bastidores da política neste início de semana. Anteriormente foi em relação ao pagamento de adicional de insalubridade aos guardas municipais que exercem funções administrativas. Recomendação do MP ao prefeito foi de que suspendesse o pagamento. Os vereadores votaram contra a determinação da promotoria que não ficou nada satisfeita e questionou a decisão do Legislativo.

Tem mais
Agora o novo imbróglio envolvendo novamente as mesmas partes se refere à cobrança de IPTU nos condomínios rurais. Moradores foram até a Câmara reclamar que receberam os carnês para cobrança e pediram socorro para não pagar o imposto. A Prefeitura de Paraíso argumenta que está cumprindo determinação do Ministério Público e  Súmula nº 626 do Superior Tribunal de Justiça, para não incorrer em renúncia de receita. Vereadores prometem recorrer à justiça para ter uma resposta definitiva.

Análise padrão
Na sessão de segunda-feira,17, vereadores ficaram indignados desta vez não com a falta de resposta do Executivo, mas sim por respostas padronizadas enviadas para 31 ofícios da Câmara. Segundo as respostas, as indagações e solicitações foram recebidas e foi solicitado o encaminhamento para as respectivas secretarias para análise. O presidente da Câmara, Lisandro Monteiro não gostou, e agora a bronca é a forma como estão sendo respondidos os ofícios. A promessa é de que vão engrossar o caldo.

Itinerante
Sábado  (15/6), foi realizada na Praça da Matriz a quinta edição do Gabinete Itinerante da Câmara Municipal de Paraíso. Conforme balanço, foram registrados cerca de 30 atendimentos formais da população, com pedidos de instalação de faixas de travessia, mais segurança, além de pedidos de melhorias para o transporte público, mais empregos entre outras. O próximo evento dos vereadores nos bairros será no dia 25, no Jardim Morumbi. A iniciativa é apontada pelos vereadores paraisenses como uma maneira da Câmara estar mais próxima da população local.

Atendendo
O vereador Sergio Aparecido Gomes, não é de hoje, realiza o atendimento para a população na Câmara de São Sebastião do Paraíso, aos sábados. Conforme explica,  muita gente trabalha durante a semana e não tem tempo de ir até a sede do Legislativo. Desde a época em que a Câmara funcionava no antigo prédio, ele já mantinha este serviço.

Transporte coletivo
A empresa JN Transportes, responsável pela Viação Leopoldinense, em São Leopoldo, e também pela Cidade dos Ipês, em São Sebastião do Paraíso, assumiu o transporte coletivo em Passos. O contrato em caráter emergencial foi celebrado com a Prefeitura do município vizinho. A administração municipal e a Cisne que operava o setor em Passos até o dia 14 não entraram em acordo para renovação do contrato, por interesses diversos. Com isso pelos próximos 180 dias, os passenses estão tendo uma nova prestadora de serviços de transportes coletivo, até nova licitação.

Expar
Na edição de sábado esta coluna informou que a realização da Expar 2019 havia sofrido modificações “no braço da viola”. O Jornal do Sudoeste foi convidado para cobrir uma entrevista coletiva que aconteceria sexta-feira (14/6), para tratar do assunto, mas quase em cima da hora fomos comunicados que tal entrevista havia sido cancelada. E nos foi dito que o empresário “teria desistido” da Expar, e assim colocamos aqui nas “Curtas”

Marimbondos
Na realidade, referido empresário não será o responsável pela Expar 2019, Segundo informações ontem (terça 18), não por desistência dele, mas por decisão tomada, certamente pelo Sindicato Rural. O motivo até o fechamento desta edição não havia sido informado. No entanto, fonte ouvida pelo Jornal do Sudoeste confirmou a Expar para outubro, salientando que será um evento promovido por paraisenses, e com shows que vão ficar na história. Desde o final de semana o empresário que teve interesse contrariado, está cuspindo marimbondos.

Comemoração
Segunda-feira, dia 24, o Tiro de Guerra 04-025 em solenidade em sua sede às sete da manhã, comemora 102 anos de sua fundação. Há de se destacar ser o mais antigo TG em Minas Gerais com funcionamento ininterrupto.

BBB Van
A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou o projeto que obriga os veículos de transporte escolar a instalar câmeras de vídeo que captem imagens internas. A proposição acrescenta ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA — Lei 8.069, de 1990) a obrigatoriedade de instalação desses equipamentos. O projeto também estabelece que o período de armazenamento das imagens, pela instituição pública ou privada responsável pelo transporte, deverá ser de pelo menos 180 dias. O acesso às imagens será restringido às autoridades policiais ou judiciárias encarregadas de investigação ou processo criminal.