EMPREGOS

Cremer volta a planejar crescimento e gerar novos empregos em Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 30-06-2019 20:20 | 6122
Dirigentes da Cremer foram recebidos no gabinete do prefeito Walker Américo no meio da semana
Dirigentes da Cremer foram recebidos no gabinete do prefeito Walker Américo no meio da semana Foto de Divulgação

A Cremer, empresa que fabrica produtos voltados para as áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento, higiene e bem-estar, novamente anuncia que pretende ampliar suas instalações em São Sebastião do Paraíso. O assunto foi tema de conversações de representantes do grupo empresarial com o prefeito Walker Américo Oliveira na quarta-feira, 26, em seu gabinete. Em 2014 o grupo empresarial chegou a anunciar a intenção de implantar no município um Centro de Distribuição, que acabou não acontecendo, mas a proposta volta a ser ventilada, com a possibilidade de ampliar a geração de empregos na cidade.

Há cerca de oito anos que a Cremer havia feito planejamento para expandir a sua unidade em Paraíso. Em 2014 após adquirir a Paraísoplex Indústria e Comércio, representantes do grupo empresarial chegara a fazer gestão junto ao Governo do Estado de Minas Gerais objetivado obter um regime especial tributário. A iniciativa foi justificada na época para possibilitar a ampliação das instalações e consequentemente a geração de mais empregos no município.

Na época já havia entendimentos entre a empresa e a Prefeitura visando a doação de área para a implantação da nova unidade fabril à empresa. No entanto, o terreno teve de ser substituído em função do projeto de construção de um viaduto no entroncamento entre as rodovias MG-050 e a BR-491, cujas obras deverão ser iniciadas nos próximos meses. Com a mudança de governo no município o negócio foi inviabilizado e nem mesmo a nova alça de ligação entre as rodovias foi construída. A empresa acabou optando por construir um Centro de Distribuição em Pouso Alegre.

Passado todo este tempo, somente agora é que representantes da empresa voltaram a se reunir com a administração municipal para retomar o assunto da expansão no município. A informação foi divulgada pelo prefeito Walker Américo, após reunião com representantes e dirigentes da Cremer. “Conversamos sobre o Centro de Distribuição, uma vez que o grupo tem interesse em instalar uma unidade em Paraíso”, afirma.

Para que a expansão possa ser viabilizada novamente a empresa está tentando junto ao Governo de Minas a obtenção de um regime tributário especial. “Para que isto aconteça depende de um protocolo que já foi feito junto ao Governo do Estado, com pedido de diminuição da carga tributária”, descreve o prefeito. Ele aponta que caso a solicitação seja acatada, haverá uma grande chance do empreendimento expandir-se no município. “A gestão passada por motivos desconhecidos, deixou ir embora o seu Centro de Distribuição e agora estamos tentando resgatar para gerar emprego em nossa cidade”, completa.

Neste sentido o município terá de encontrar uma área com infraestrutura para ser ofertada à empresa. Em Pouso Alegre onde foi instalado um CD da Cremer, segundo informações ela enfrentou dificuldades com ruas estreitas, falta de pavimentação e também ausência de transporte coletivo. Naquela cidade foi construído um armazém de 21 mil m², de onde é feita a distribuição de produtos médico-hospitalares para todo o País. Em média, o faturamento estava a casa de R$ 20 milhões e geração de aproximadamente 50 postos de trabalho.

 

Paraíso encontra dificuldades para

obter áreas de expansão industrial

 

Desde o início da atual administração que a Prefeitura de São Sebastião do Paraíso vem estudando e continua à procura de uma nova área para implantar no município um novo parque industrial. Vários espaços já foram analisados, mas, ainda não se chegou a um consenso principalmente em relação a dotação de infraestrutura adequada para abrigar novos empreendimentos desta natureza. Este tem sido um dos maiores desafios enfrentados tanto pelo governo local como pelos empresários que querem expandir ou instalar novas empresas.

O assunto é tema do Projeto de Lei Complementar nº 68 que tramita na Câmara Municipal de Paraíso. A proposição de autoria do Poder Executivo prevê a criação no município de uma Zona de Comércio, Serviços e Indústrias (ZCSI). Para isso o prefeito Walker Américo pretende utilizar-se de uma área de quase 20 mil m² localizada nas imediações do bairro Santa Tereza para criar um novo espaço industrial. A iniciativa pode resultar em um impacto positivo na arrecadação de impostos e geração de novos postos de trabalho, argumenta.

No entanto, parte do imóvel precisa ser desafetado de sua característica de uso, classificado como área verde e de domínio público. Segundo a prefeitura tem havido inúmeras demandas de empresas interessadas em expandir ou instalar seus negócios em Paraíso, mas que não há áreas disponíveis. O Executivo ressalta que os atuais Parques Industriais já estão com suas capacidades esgotadas.

Para atender a esta necessidade o Projeto de Lei nº 4.956 também do Executivo estabelece a criação de novas áreas verdes como medida compensatória. São sugeridas áreas existentes em bairros como o Jardim das Acácias, Vila Verde e o Jardim Mediterranèe II. Juntos estes locais somam um espaço semelhante ao que se pretende transformar em área industrial. A proposta prevê que após desmembrada em lotes, será implantado uma área de uso comercial, industrial e de serviços, transferida a empresas mediante concessão de direito real de uso, que garantirá a geração de mais postos de trabalho e impostos, estando demonstrado com o interesse público.

O pedido de desafetação de área recebeu parecer favorável da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema). Os projetos que deram entrada na Câmara no começo de junho continuam sendo analisados pelas comissões temáticas pertinentes. Os documentos, propostos e apresentados pelo Executivo, foram considerados objetos de deliberação pelos vereadores e encaminhados para parecer da Comissão de Finanças, Justiça e Legislação e da Comissão de Agricultura, Indústria e Comércio.

Há cerca de 15 dias em outra iniciativa visando dar condições de trabalho para os empreendedores da cidade, o prefeito Walker Américo reuniu-se com um grupo de empresários que foram beneficiados com áreas cedidas pelo município, às margens da rodovia BR-491. Os lotes foram doados para que eles possam ampliar seus negócios. Desde esta data foram iniciadas algumas obras de infraestrutura como o estaqueamento das ruas, para que os donos dos lotes possam construir o mais breve possível.

O encontro foi realizado a pedido do vereador Jerônimo Aparecido Silva, a fim de que pudéssemos tomar uma atitude com relação a pavimentação e colocação de postes de energia, para que eles possam dar início a construção de suas empresas e, assim, gerar emprego e renda”, explica o prefeito.

A proposta apresentada é de se fazer o levantamento dos custos do asfalto e da energia sendo que o valor das despesas entre os empresários. A Prefeitura será responsável pela dotação da infraestrutura como a preparação da área para receber a pavimentação.

Industriais reivindicam melhorias em infra-estrutura par instalação e expansão de empresas na cidade
Primeiros trabalhos começaram a ser realizados, bem como o levantamento de custos para outras obras