INCÊNDIOS

Incêndios criminosos consomem vegetação no entorno de Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 11-07-2019 17:07 | 8827
Vários pontos de incêndio foram registrados durante a tarde em Paraíso
Vários pontos de incêndio foram registrados durante a tarde em Paraíso Foto de Vasco Caetano

Dois incêndios de grande proporção foram registrados no início da tarde desta quinta-feira (11/7), no entorno de São Sebastião do Paraíso. As colunas de fumaça podiam ser observadas de diferentes regiões da cidade. Uma das regiões atingidas é formada por uma área de pastagem e também abriga uma mata de cerrado onde as labaredas colocavam em risco torres de transmissão de energia. O Corpo de Bombeiros foi acionado e atendia uma ocorrência em fogo em uma árvore na BR-491, região do Posto do Sol.

A densa coluna de fumaça e as grandes labaredas chamaram a atenção de quem passava pela Avenida João Pereira de Souza e também na BR-265. Vários motoristas pararam para observar o avanço das chamas sobre a vegetação de capim. Funcionários de uma empresa que fica na região foram acionados preventivamente para conter o fogo. Homens da brigada de incêndio utilizaram de um pequeno caminhão pipa para jogar água no fogo, mas a intensidade do vento, o solo seco fez com que as chamas se propagassem com grande velocidade.

“Estamos aqui para evitar que o fogo chegue lá em cima em nossa empresa, mas não está tendo jeito”, disse um dos diretores da empresa. Ele reclamou que todos os anos acontecem este tipo de situação, que aponta ser fruto de ação “criminosa”. Embora o pasto esteja seco, tudo indica que o fogo foi colocado de maneira proposital.

Após cerca de 20 minutos de atuação os homens da brigada contra incêndio deixou o local, mas os funcionários ficaram de prontidão na divisa da empresa com área que estava sendo queimada.

No local passam várias linhas de transmissão de energia elétrica. A região é composta de vegetação para pastagens e também abriga áreas remotas de vegetação remanescentes da Mata Atlântica e de cerrado. A área queimada pode ser estimada em pelo menos 10 campos de futebol. Além de pássaros e gado a região abriga também alguns animais nativos.

A reportagem esteve no local e constatou que do lado da pista sentido de quem chega da rodovia BR-265 em direção ao centro da cidade, havia vários focos de incêndio em terrenos baldios. A área é muito utilizada para o descarte de lixo e entulho entre outros materiais. Com o vento novos pontos de queimada estavam se iniciando.

Na redação, o Jornal do Sudoeste recebeu fotos e vídeos de outros focos de incêndio registrado por moradores no Jardim Canadá. A área incendiada fica próxima aà fiação de rede elétrica na Rua Luiz Pimenta Neves. O trecho faz divisa com uma Área de Proteção Permanente (APP) que também corria risco de ser prejudicada. No local além de mata nativa, existeM ao menos uma nascente e um pequeno manancial.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e estava atuando no combate ao incêndio de outra área no entorno de Paraíso. Ao menos uma equipe foi deslocada para conter as chamas em uma vegetação as margens da BR-491, próxima ao chamado Posto do Sol. O fogo atingiu uma árvore que ameaçava cair na rodovia e estava sendo realizado o corte da mesma para evitar algum acidente com usuários da via. A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para acompanhar o atendimento dos soldados do Corpo de Bombeiros.

Fogo ao lado de área de preservação permanente no Jardim Canadá