CAÇAMBAS

Grande número de caçambas continua sem fitas refletivas, ou estão danificadas

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 13-07-2019 10:55 | 7603
Caçamba sem nenhuma fita refletiva na Praça Comendador João Alves, Fonte Luminosa - Centro
Caçamba sem nenhuma fita refletiva na Praça Comendador João Alves, Fonte Luminosa - Centro Foto de Jornal do Sudoeste

Há cerca de dois meses publicamos matéria sob o título “Caçambas sem fitas refletivas ou danificadas, podem ocasionar acidentes”. Mencionamos que caçambas são de grande utilidade pública, e antes delas proprietários e operários de obras em construções civis depositavam entulhos bem em cima de calçadas e no leito de vias públicas.

Antes, entulhos além de provocar péssimo visual, em cima de calçadas impediam o trânsito de pedestres que eram obrigados caminhar no leito de vias públicas, correndo sério risco de atropelamentos, como aconteceu por diversas vezes.

Outro fato que ocorria antes das caçambas, é que quando chovia intensamente entulhos eram levados por enxurradas e entravam em bocas de lobo, entupindo galerias de águas pluviais. Graves problemas que foram amenizados com o surgimento de caçambas.

No entanto, conforme já publicado, há algumas empresas proprietárias que não estão colocando fitas refletivas em caçambas que servem como sinalização noturna, evitando colisões e acidentes.

A expectativa é que autoridades responsáveis pela segurança e trânsito no município iriam tomar providências, e fosse colocadas ou restauradas fitas refletivas nas caçambas em uso em vias públicas em Paraíso, mas a situação continua a mesma.

Infelizmente, constatamos que em vez ser solucionado o problema aumentou. Sendo assim, alertamos autoridades para que verifiquem, fiscalizem e tomem medidas necessárias porque poderá haver acidentes com consequências irreparáveis.

Há caçambas sem a devida sinalização na Rua Pinto Ribeiro próximo ao entroncamento com a avenida Monsenhor Mancini. Na rua Ananias Alves Ferreira, centro, próximo à Praça São José, Praça Comendador João Alves, próximo a uma sorveteria, Rua dos Italianos, próximo a avenida Wenceslau Brás, e em diversas vias, na área central e bairros.

Então é válido repetir dito popular que afirma: “Antes que o mal cresça, corte a cabeça”,  “quem avisa, amigo é”, e “prevenção e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”.

Caçambas na Rua Ananias Alves Ferreira, centro, sem nenhuma fita refletiva