INCÊNDIO CRIMINOSO

Dois são presos por incêndio criminoso às margens da BR-265

Por: João Oliveira | Categoria: Polícia | 15-07-2019 16:50 | 6511
Foto de Reprodução

Dois homens foram presos no início da noite de domingo, (14/7), por volta das 18h, após terem sido flagrados ateando fogo às margens da rodovia BR-265, próximo a um curtume. O flagrante foi feito por um bombeiro que estava de férias e, após presenciar o fato, acionou a Polícia Rodoviária. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia e devem responder por crime ambiental.

De acordo com informações o bombeiro estava em seu carro particular, vindo de Jacuí sentido a São Sebastião do Paraíso, quando se deparou com dois indivíduos colocando fogo nas matas às margens da rodovia. Um dos suspeitos portava um isqueiro e o outro um facão.

O bombeiro acionou reforço policial, comparecendo no local a Polícia Rodoviária, que prendeu em flagrante dos indivíduos pelo crime de incêndio. Verificou-se também que os autores atearam fogo em pelo menos quatro pontos diversos nas margens da rodovia sentido Jacuí.

Conforme o Corpo de Bombeiros, a motivação do crime ainda está sendo investigada.

“Com risco de acidentes devido acúmulo de fumaça, e os incêndios ocorrem na maior parte das vezes, por ação humana. Causar incêndio é crime, previsto em leis, e os autores respondem pelos seus atos, prejuízos e danos causados. Colocar fogo em terreno ainda que seja para fazer limpeza e provocar fumaça, ainda que não haja vítimas é considerado crime de incêndio”, informou.

O Corpo de Bombeiros orienta que se o cidadão presenciar alguém provocando incêndio, deverá solicitar a lavratura de um boletim de ocorrência policial por crime ambiental decorrente de incêndio.

“É primordial também a conscientização da população, dos prejuízos ocasionados pelos incêndios, no meio ambiente e na saúde das pessoas, pois os incêndios afetam a qualidade do ar, como também pelos riscos de incêndio em residências, matas nativas e acidentes em rodovias ocasionados pelo acúmulo de fumaça na pista”, completa.