EXTRAPOLAMENTOS

Município e Estado discutem extrapolamentos atendidos pela Santa Casa

Por: Redação | Categoria: Cidades | 15-08-2019 14:17 | 345
Foto de Divulgação

Em viagem a Belo Horizonte, segunda-feira (12/8), o prefeito Walker Américo Oliveira se reuniu com o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, o secretário adjunto, Darlan Venâncio Pereira e o subsecretário de Regulação, Nicodemus de Arimathea.

O encontro foi agendado com o objetivo de fazer com que o Estado cumpra o seu papel no pagamento dos extrapolamentos dos atendimentos feitos pela Santa Casa de Paraíso aos municípios da microrregião, uma vez que é o hospital referência para alta e média complexidade.

O encontro também contou com a presença do deputado Antonio Carlos Arantes, do prefeito de Jacuí, Geraldo Magela e os secretários municipais de Saúde de Paraíso e Jacuí, Wandilson Bícego e Fábio Lucas.

Os representantes de Paraíso expuseram os problemas enfrentados por conta dos atrasos de pagamentos do Estado com o município e solicitaram uma atenção especial pelo fato da Santa Casa não fazer parte do encontro de contas da cardiologia. Ainda pediram seja analisada a viabilidade de agilidade nos pagamentos da Câmara de Compensação (extrapolamentos). "Sem esta participação do Estado, os municípios não dão conta de atender devidamente a sua população", comentou Walker.

O prefeito falou de problemas pontuais do município e solicitou o pagamento da Atenção Básica, que não está sendo paga desde 2015, além de recursos para UPA, entre outras demandas que foram apresentadas junto ao Governo do Estado.

O secretário Carlos Eduardo Amaral afirmou que participará com o município na cooperação e ficou acordado que representantes do município, do Ministério Público, da Santa Casa, do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e do Estado estarão juntos para dar seguimento ao Termo de Cooperação, para o financiamento bi-partite entre o Estado e o município.

"Isto foi muito bom porque, até então, o Termo de Cooperação estava sendo assumido somente pelo município e, a partir de agora, o Estado também entrará na organização e em um possível financiamento.

Fizemos uma agenda muito positiva", observou o prefeito Walker.