RALLY DOS SERTÕES

Francine Rossi é Paraíso no Rally dos Sertões 2019

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 23-08-2019 19:33 | 1487
Piloto de motos da cidade confirma que estará presente na competição visando boa colocação na classificação geral
Piloto de motos da cidade confirma que estará presente na competição visando boa colocação na classificação geral Foto de Reprodução

Emoção, velocidade, adrenalina, superação, cidadania e muita emoção. Estes são apenas alguns dos ingredientes de mais uma edição do Rally dos Sertões. Desde a quarta-feira, 21, a área de box está aberta para receber os competidores que a partir deste sábado,24, terá a largada em Campo Grande (MS) para uma oito dias de provas até a chegada em Crateus (CE). O piloto de moto Francine Rossi é presença garantida e é o representante de São Sebastião do Paraíso em mais um ano de competições.

O desafio está feito, serão cerca de 4.800km de percurso, sendo 2.832km de especiais com terrenos variados e dificuldades das mais diferenciadas. A prova deste ano teve recorde de inscritos com 187 veículos entre carros, motos, UTVs e quadriciclos, onde estão os 302 competidores entre pilotos e navegadores com 60 carros sendo 43 (Cross Country) e 17 (Regularidade), três estrangeiros (2 pilotos e 1 navegador) entre outras atrações. Tem também 66 motos e seis quadriciclos UTV’s. A corrida mais importante do off-road nacional tem a presença de representantes de 163 cidades brasileiras e de 21 estados, além do Distrito Federal. Tem ainda a participação de 11 estrangeiros e 12 mulheres.

Novamente neste ano o piloto paraisense Francine Rossi é o representante de Paraíso na corrida. Em entrevista ao Jornal do Sudoeste, no início da tarde de quarta-feira (21/8), já de malas prontas para a viagem para o Mato Grosso do Sul ele atendeu a reportagem e falou sobre a expectativa de mais uma competição. “O desafio será grande, estamos partindo visando bons resultados principalmente na classificação geral”. No ano passado o piloto paraisense conquistou o terceiro lugar na categoria "Marathon" e foi o 12º colocado na geral em sua categoria.

O Rally dos Sertões completa neste ano a sua 27ª edição e é apontada como sendo o maior rally das Américas e o segundo maior do mundo. De acordo com Francine Rossi “é uma prova de superação, além do que por mais que você se prepare é sempre uma caixa de surpresa e das boas”, assegura.

Integrante da equipe Brasil Moto Tur (BMT) ele vai utilizar uma moto Yamaha WE450 F. “É sempre uma prova de alta velocidade que exige muito do piloto e das motos estaremos trabalhando com o equipamento no limite”, destaca.

A adrenalina é total, com grandes aventuras e muitos obstáculos a serem superados. “Teremos dia em deverão ser percorridos trajetos com mais 500 quilômetros de extensão”, observa. Um dos trechos de maior dificuldade será a travessia do Jalapão.

Como preparação para o Rally dos Sertões Francine participou de algumas provas do Brasileiro de Rally Cross Country e também de algumas etapas de Rally Baja. “É sempre uma grande emoção poder competir e estar presente nestas provas junto com os amigos enfrentando desafios e nos divertindo”, comenta.

A competição desta semana também tem o caráter de treino e de luxo para uma prova internacional que o piloto pretende participar. “Também vai valer como preparação para o Campeonato Mundial que acontecerá no mês de outubro, em Portugal. Nas motos estaremos em apenas dois ou três participantes brasileiros”, antecipa.

Social
O Lado Social, conhecido pelo trabalho do S.A.S. (Saude e Alegria nos Sertões), praticamente dobra a sua capacidade de atendimento das populações sertanejas por onde o Sertões passa. Cidades remotas com população carente recebem atendimento médico de ponta, graças aos quase 1.000 voluntários e 4 carretas médicas. Segundo o piloto paraisense "este é um dos lados e um dos aspectos mais bonito do Rally dos Sertões, por ser feito um trabalho social de grande alcance nas comunidades próximas ao percurso feito pelas equipes", comenta Francine Rossi.

O projeto Social do Sertões, S.A.S., é provavelmente o mais abrangente entre todas as ações sociais ligadas ao esporte no país. Mais de 60 médicos voluntários viajam acompanhando a prova em quatro carretas ambulatório. Eles atendem a população nas especialidades de oftalmologia pediátrica (óculos para as crianças), ginecologia, oncologia, dermatologia e odontologia. Em casos de pacientes mais graves o S.A.S. continua com o tratamento depois da prova através da telemedicina. O projeto é apoiado pelo Hospital Albert Einstein e pela farmacêutica Roche.

Desde a quarta-feira, 21, com a abertura dos boxes até sexta-feira,23, intensificam-se os preparativos com a chegada das equipes, dos pilotos e dos veículos. Neste período acontecem eventos promocionais como entrevistas coletivas, carreatas e outras atrações envolvendo os participantes.

A prova começará neste sábado, 24, com a largada que marca o início oficial da prova. A partir das 7 horas, horário de Campo Grande, haverá o posicionamento dos veículos no parque fechado. Às 8 horas, a turma se alinha para a foto oficial dos competidores.

A partir das 8h15 será dada a bandeirada para a tomada de tempo que permite a formação do grid de largada. Pela ordem, primeiro partem as motos e quadriciclos, depois os UTV"s e em seguida os carros. 

Errata: Por uma falha da reportagem, o Jornal do Sudoeste publicou de forma equivocada em sua edição impressa de quarta-feira, 21, a matéria sobre o Rally dos Sertões. Em tempo esclarecemos que Ulisses Marinzeck Filho não mais participa de competições e o caminhão que ele utilizava foi comercializado, sendo que o comprador é quem está rodando com o veículo em Paraíso e região. Pedimos desculpas pela nossa falha. Da Redação – Roberto Nogueira.