R$ 500 MIL

Câmara devolve mais R$ 500 mil à Prefeitura: valor é sobra de duodécimos

Por: João Oliveira | Categoria: Política | 13-09-2019 16:14 | 767
Foto de Reprodução

A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso devolveu aos cofres do município nesta sexta-feira (13/9) o montante de R$ 500 mil. Somado a devolução que aconteceu no último dia 23 de agosto, o valor já soma R$ 800 mil em menos de um mês e R$1,3 milhão somente este ano. Essas devoluções, conforme explica o presidente Lisandro Monteiro,  vêm acontecendo mediante uma política de economia adotada pela Câmara,  a fim de contribuir com o município, tendo em vista situação financeira delicada pelo qual ele vem passando.

Essa é a terceira devolução antecipada em 2019. O primeiro repasse, no valor de R$ 500 mil, foi feito no início de maio, e em agosto a Câmara devolveu mais R$ 300 mil. O presidente Lisandro Monteiro voltou a afirmar que a expectativa é de devolver pelo menos mais R$ 1,5 milhão até o final deste ano. "Estamos economizando, é ar condicionado que deixamos de colocar, entre outras melhorias que estamos deixando de fazer em prol do município", disse.

Lisandro lembrou ainda que os R$ 5 milhões devolvidos desde a nova Legislatura da Câmara superam o número emendas parlamentares de deputados estaduais e federais destinadas ao município. "Com esse valor, o Executivo poderia asfaltar vários trechos de ruas que estão precisando de manutenção, finalizar as obras das Unidades de Saúde da Família dos bairros Rosentina e Verona, construído duas creches ou ainda concluído a Escola Municipal Professor José Carlos Maldi, no Bela Vista, entre outras ações", destacou.

O orçamento da Câmara Municipal é composto por duodécimos, repassados mensalmente pela Prefeitura para custeio de despesas. Os recursos não utilizados são devolvidos geralmente o final do ano. A iniciativa atende ao previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal e é resultado da economia feita pela administração da Câmara no intuito de enxugar gastos, deixando algumas prioridades do Legislativo em segundo plano para que a Casa pudesse contribuir, mais uma vez, com a recuperação financeira do Município, conforme destaca Lisandro Monteiro.

“Dizem que estamos dificultando as coisas, mas sabemos que não é assim. Se quiséssemos travar o progresso do município, não estaríamos fazendo isso. Não estou fazendo esta devolução como político, é como administrador, a questão política nós deixamos para as reuniões da Câmara. O que estamos fazendo é para o bem para a população”, completou.